Sassá se esforça para findar polêmicas, mas se complica ao falar do Bota

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

Um novo Sassá. Mais dedicado aos treinos e contido nas declarações e provocações, o atacante ressurge no Cruzeiro de forma distinta. Um dia depois de marcar o primeiro gol pelo clube, no empate por 1 a 1 com o Flamengo, o centrovante concedeu entrevista na Toca da Raposa II e se esforçou para fugir das polêmicas.

Durante a coletiva concedida na manhã desta segunda-feira (17), o jogador de 23 anos falou sobre Jair Ventura, seu comandante no período em que defendeu o Botafogo, elogiou Mano Menezes, revelou que está mais contido nas redes sociais e fez elogios aos companheiros de elenco.

Revelado nas divisões de base do Botafogo, o centroavante trabalhou com Jair Ventura desde garoto. Embora o técnico do Alvinegro receba elogios por conta do trabalho recente, ele crê que não é possível compará-lo a Mano Menezes, seu atual comandante:

"Não vou falar o que quero. Do contrário, vai dar trabalho. Está doido. Com o Jair, no Botafogo, eu comecei desde a base, aqui no Cruzeiro é outra história, o Mano tem muito mais bagagem, vou aprender bastante, espero crescer bastante. Mas não é isso que quero falar não", avaliou o jogador.

Apesar da comparação entre os técnicos, o jogador revela que tem evitado as brincadeiras nas redes sociais para que não receba xingamentos:

"Está chato [o futebol]. Eu sou a prova viva disso. A gente não pode postar nada em rede social, não pode brincar com time adversário. Estou até evitando de postar no Instagram, estou sendo bastante xingado no Instagram", contou.

Os elogios à estrutura encontrada no novo clube não cessaram por aí. Sassá destacou a possibilidade de ter mais repercussão na Toca da Raposa II que em General Severiano.

"Queria vir para um lugar mais tranquilo e onde eu poderia ter mais repercussão. Cruzeiro é time grande, onde posso me projetar ainda mais. E aqui é mais tranquilo de viver", disse o centroavante, que ainda destacou a chance de jogar ao lado de "jogadores de verdade":

"Estou me ambientado ao Cruzeiro e estou feliz por jogar em um grande time com jogadores de verdade como Thiago Neves e [Rafael] Sóbis. Eu fico brincando com o Neves que ele é de verdade, não engana", acrescentou. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos