MP do Rio obtém interdição mínima de 180 dias do estádio de São Januário

Do UOL, em São Paulo

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro obteve nesta quarta-feira a interdição do estádio de São Januário por, pelo menos, 180 dias. O prazo poderá ser prorrogado até que o Vasco cumpra os requisitos mínimos previstos no Estatuto do Torcedor.

No texto, o MP afirma que o Vasco "não tem condições de garantir a segurança do torcedor nas instalações da praça desportiva que administra". O documento também destaca o risco de manter a realização de eventos sem a adoção de um plano geral de ação.

A punição acontece depois da briga envolvendo torcedores no jogo contra o Flamengo, no dia 8 de julho. A confusão começou dentro do estádio São Januário com o arremesso de objetos e bombas no gramado impedindo que jogadores e a arbitragem conseguissem voltar aos vestiários.

Em confronto nos arredores do estádio, um torcedor vascaíno de 27 anos foi atingido por um tiro no peito e morreu. Outras três pessoas foram baleadas.

Por causa da confusão, o Vasco já havia sido punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com a perda de seis mandos de campo. O clube também foi multado em R$ 75 mil.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos