São Paulo insiste, oferece R$ 5,5 mi por Walter e ouve não do Corinthians

Dassler Marques, Diego Salgado e Ricardo Perrone

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

    Corinthians barrou ida do goleiro Walter ao São Paulo

    Corinthians barrou ida do goleiro Walter ao São Paulo

O Corinthians voltou a barrar a saída de Walter para o rival São Paulo. Procurado nesta quinta-feira por representantes do atleta, que insistiram pela negociação com o rival, a diretoria alvinegra reforçou que a intenção é manter o goleiro no elenco até o fim do ano. 

À procura de um goleiro, o São Paulo se dispôs a pagar 1,5 milhão de euros (R$ 5,5 milhões) - com apenas 5% dos direitos econômicos, o Corinthians receberia cerca de R$ 270 mil.

O clube alvinegro, diante da situação, disse ao estafe do atleta que não pretende negociar Walter antes do fim da temporada. A diretoria corintiana também explicou isso ao jogador, que, ao contrário de outras ocasiões, estava inclinado a aceitar a proposta.

Na última segunda-feira, o Corinthians recusou uma proposta levada pelo empresário Júlio Fessato. A recusa corintiana deu-se também pela iminente convocação de Cássio para a seleção brasileira. 

Com o interesse são-paulino, o Corinthians prometeu rever o contrato do goleiro reserva, que no ano passado passou parte da temporada como titular da equipe. A diretoria prevê um aumento salarial do jogador de 29 anos, que tem contrato até dezembro de 2019.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos