Após reunião com a diretoria, Pintado acerta saída do São Paulo

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Marcello Zambrana/Agif/Estadão Conteúdo

    Pintado trabalhava no Tricolor desde fevereiro de 2016

    Pintado trabalhava no Tricolor desde fevereiro de 2016

Menos de duas semanas após ser afastado da comissão técnica principal do São Paulo, Pintado não é mais funcionário do clube. A decisão foi tomada na noite da última quinta-feira, em reunião do ex-volante e auxiliar com dirigentes. A saída, de acordo com o Tricolor, foi consensual e resolvida em conversa respeitosa.

Ídolo da torcida e integrante do time multicampeão comandado por Telê Santana no início da década de 1990, Pintado retornou ao São Paulo para ser membro da comissão técnica fixa em fevereiro do ano passado. Ele acompanhou Edgardo Bauza, Ricardo Gomes e Rogério Ceni, até ver Dorival Júnior optar por trabalhar somente com profissionais de sua própria comissão.

''De comum acordo, achamos melhor finalizarmos nesse momento. O novo projeto não estava claro e resolvemos parar por aqui'', afirmou Pintado ao ​Blog do Menon.

A diretoria, que já andava insatisfeita com a postura do auxiliar, decidiu afastá-lo do grupo principal. Ainda assim, houve uma oferta para que Pintado atuasse como uma ponte entre as categorias de base e o time profissional. A ideia não agradou ao ex-volante, que explicou aos dirigentes a incompatibilidade de projetos e entrou em acordo pela saída. 

Dorival Júnior trabalha com Lucas Silvestre e Léo Porto como auxiliares, além de Celso Rezende como preparador físico. O técnico ainda indicou um novo preparador de goleiros: Marco Antônio Trucourt, o Marquinhos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos