Time se desdobrou em jogo e ganhou loteria, mas prêmio enganou todo mundo

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    Manchete de jornal mostra vitória do Racing no Prode, a loteria esportiva argentina

    Manchete de jornal mostra vitória do Racing no Prode, a loteria esportiva argentina

Imagine um time inteiro que apostou na loteria esportiva descobrir que está a um acerto de ganhar US$ 1,7 milhão. E o único jogo que falta é justamente o desse time, que só precisa vencer seu adversário para ganhar também na loteria. Parece enredo de filme, mas aconteceu na Argentina. O único problema é que o prêmio foi mais dividido do que os jogadores esperavam.

Essa história aconteceu no Campeonato Argentino de 1984. O time em questão era o Racing de Córdoba. Na loteria da época, era necessário acertar os resultados de 13 jogos. O elenco inteiro participou de um bolão cuja aposta já indicava 12 acertos. Restava apenas a definição do duelo entre o Racing e o Ferro Carril, um time forte na oportunidade.

No entanto, ninguém além do elenco do Racing sabia desse cenário completo. No dia do jogo, as equipes foram para o intervalo empatando por 1 a 1. O Racing precisava da vitória para ganhar na loteria. Gasparini, autor do gol dos anfitriões, chegou até a revelar a informação para Hector Cúper, hoje treinador e então zagueiro do Ferro Carril.

"Na ida para o vestiário, falei para o Cúper: 'relaxem um pouco que temos 12 pontos na loteria'. Ele me olhou como se eu estivesse louco. E eles voltaram com ainda mais vontade", contou Gasparini.

Quando faltavam cerca de cinco minutos para o fim do jogo, o próprio Gasparini fez o gol da vitória do Racing. A comemoração dos jogadores foi tamanha que as demais pessoas não entendiam como um triunfo na quinta rodada do Argentino poderia valer tanto. A festa tomou conta dos jogadores, que distribuíam abraços e beijos ainda no gramado.

Com o triunfo garantido, restava ao elenco do Racing comemorar a vitória dupla (em campo e na loteria) até resgatar o prêmio na segunda-feira. Todos foram para um restaurante caro e comemoraram e beberam sem se preocupar com o tamanho da conta. Afinal, em poucas horas ganhariam uma "bolada".

Na segunda-feira, porém, chegou a notícia inesperada. Quase cem apostas haviam acertado os 13 jogos, reduzindo o prêmio para cerca de US$ 17 mil. Além disso, o elenco do Racing ainda dividiria esse valor pelas 40 pessoas que haviam participado do bolão. Resultado: cada um ficou com pouco mais de US$ 400.

"O dinheiro mal de para pagar o jantar depois do jogo", relembra Gasparini. Os dois pontos que a vitória valia na época pelo menos deixaram o time na segunda colocação, mas o clima de tristeza tomou conta do Racing de Córdoba naquela semana.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos