Sem Dodô e com indefinição na lateral, SP pensa em Reinaldo para 2018

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • REUTERS/Paulo Whitaker

    Reinaldo foi contratado pelo São Paulo em 2013 e enfrentou críticas da torcida

    Reinaldo foi contratado pelo São Paulo em 2013 e enfrentou críticas da torcida

O São Paulo pode apostar em um velho conhecido para reforçar o elenco na próxima temporada. O Tricolor tem acompanhado atentamente o desempenho de Reinaldo com a camisa da Chapecoense e acredita que o lateral-esquerdo pode ser útil em 2018. Hoje, somente o garoto Júnior Tavares, que recentemente recebeu proposta do Ajax, da Holanda, está garantido na posição para o ano que vem.

A volta de Reinaldo já havia sido ensaiada para este ano, depois do lateral se destacar pela Ponte Preta em 2016. A diretoria, no entanto, decidiu envolvê-lo na compra do meia Shaylon, que estava emprestado pela Chapecoense, e o repassou até dezembro. Ao mesmo tempo, Carlinhos foi liberado do contrato com os tricolores, Mena não foi comprado e Matheus Reis foi emprestado ao Bahia. Rogério Ceni, então, precisou promover Júnior Tavares e improvisar o lateral-direito Buffarini para começar 2017.

Depois, no fim de março, Edimar chegou por empréstimo do Cruzeiro para ficar até dezembro, mas só estreou na quarta-feira passada, na vitória por 1 a 0 sobre o Vasco da Gama. Júnior acumulou 38 dos 41 jogos da equipe, teve chance de ser vendido e tornou-se líder de assistências do time (sete passes para gols), mas falhou defensivamente contra Santos e Chapecoense, perdendo o posto de titular com Dorival Júnior.

Enquanto monitorava o rendimento de Reinaldo, o São Paulo foi ao mercado para reforçar o setor ainda para este ano. Dodô, da Sampdoria, era dado como certo na última quarta, mas não houve acerto salarial com o atleta e a janela de transferências internacionais para o Brasil terminou no dia seguinte. Até o fim de 2017, Júnior e Edimar devem ser as únicas opções na lateral esquerda.

Reinaldo tem 42 partidas pela Chape, que jogou 50 vezes na temporada. O camisa 6 marcou sete gols, inclusive um no último sábado, no triunfo por 2 a 1 sobre o Vitória, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro, e deu nove assistências. O contrato com o São Paulo terminaria no fim de 2018, mas foi prorrogado até o fim de 2019 antes do empréstimo ao clube catarinense.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos