Micale diz que carreira teria acabado se Neymar perdesse pênalti na final

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • REUTERS/Bruno Kelly

    Rogério Micale comemora com Neymar e Gabriel Jesus

    Rogério Micale comemora com Neymar e Gabriel Jesus

No dia 20 de agosto o Brasil vai completar um ano da inédita conquista da medalha de ouro em Jogos Olímpicos. Foi quando a equipe comandada por Rogério Micale bateu a Alemanha na decisão por pênaltis, após 120 minutos de jogo e empate em 1 a 1. Ouro conquistado após pênalti cobrado por Neymar e lance lembrado pelo treinador nesta segunda-feira, durante a apresentação como novo treinador do Atlético-MG.

Com um currículo recheado de conquistas nas categorias de base, por onde trabalhou por mais de 15 anos, Rogério Micale assume o comando do Galo e tem no ouro olímpico sua maior referência no futebol. "Sinto que a medalha de ouro não é tão valorizada aqui dentro do Brasil. Sei pelas viagens que fiz, sempre que vou fazer palestras fora do país", comentou o novo técnico atleticano.

Quase um ano depois da conquista, Rogério Micale recebe a primeira chance efetiva no comando de uma equipe profissional. E o treinador lembrou da cobrança do pênalti de Neymar para falar sobre a chegada ao Atlético. Ao ser questionado sobre a oportunidade de treinar um grande clube brasileiro, Micale afirmar estar preparado, mas sabe que tudo depende do resultado final.

"Se vai dar certo no resultado, o tempo vai dizer. Mas me sinto apto, me preparei para ela. Sou formado, me especializei fora do país. Fui ver o que Barcelona faz, Real Madrid, Benfica, Porto, seleção portuguesa. Fiquei 50 dias estudando na Europa. Tenho o conhecimento teórico, me sinto preparado. Sou ex-atleta, fui goleiro meia boca. Parei porque era ruim. Mas o que diz é o resultado final. Se o Neymar erra o pênalti (na decisão com a Alemanha), que graças a Deus não errou, estava na escolinha do Paraguai. Minha carreira estava acabada", declarou o treinador atleticano.

Brasil e Alemanha empataram em 1 a 1, durante o tempo normal e a prorrogação. Assim, a decisão da medalha de ouro foi para os pênaltis. Foram quatro cobranças certas para cada lado, até o goleiro Weverton defender a cobrança do alemão Petersen. A bola da conquista estava nos pés de Neymar, que acertou uma bela cobrança e o Brasil finalmente conquistou a tão desejada medalha de ouro em Jogos Olímpicos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos