13 times da 1ª divisão chinesa podem ser punidos por falta de pagamento

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / Johannes EISELE

    Shanghai SIPG, do brasileiro Oscar, é um dos clubes com problemas financeiros

    Shanghai SIPG, do brasileiro Oscar, é um dos clubes com problemas financeiros

O Campeonato Chinês se viu envolvido em meio a um escândalo nesta terça-feira (25). 13 dos 16 clubes da primeira divisão nacional podem ser excluídos da competição por falta de pagamento a seus atletas. As informações foram publicadas pelo jornal britânico "Daily Mail".

Os clubes têm até dia 15 de agosto para quitarem as dívidas e evitarem possíveis sanções. Caso não consigam, correrão o risco de serem punidos pela Confederação Chinesa de Futebol e pela Confederação Asiática de Futebol.

Entre os clubes citados estão os que contam com os principais jogadores brasileiros: Beijing Guoan (Ralf e Renato Augusto), Guangzhou Evergrande (Paulinho, Alan, Ricardo Goulart e Muriqui), Tianjin Quanjian (Alexandre Pato), Shanghai SIPG (Hulk, Oscar e Elkeson). O Shanghai Shenhua, de Carlitos Tévez, também está entre os clubes listados.

Caso as punições aconteçam, o Campeonato Chinês se veria em uma situação extremamente incomum. Apenas os clubes Yanbian Fude, Hanan Jianye e Guizhou Hengfeng estariam liberados para participar do torneio.

Confira os times envolvidos no escândalo:

Shanghai Shenhua
Shanghai SIPG
Beijing Guoan
Changchun Yatai
Chongqing Dangdai Lifan
Hebei China Fortune
Guangzhou Evergrande
Guangzhou R & F
Jiangsu Suning
Liaoning Whowin
Shandong Luneng Taishan
Tianjin Quanjian
Tianjin TEDA

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos