Técnico do PSG evita falar sobre Neymar; Cavani elogia brasileiro

Do UOL, em São Paulo

O técnico do PSG, Unai Emery, evitou falar sobre Neymar durante a entrevista em Miami, nos Estados Unidos. A expectativa era de que alguma atualização sobre a negociação fosse dada nesta sexta-feira. Logo no início, porém, o treinador disse que não era o momento de falar sobre o elenco para a temporada.

"Existem momentos para se falar do elenco, e outros momentos para falar do treinamento e preparação para uma partida. Agora, é o momento de falar sobre preparação para um jogo. Nossa única intenção é nos preparar e falar sobre a partida de sábado. Nosso foco é no sábado. Temos que estar preparados para a partida", afirmou.

Também presente na coletiva, o atacante Edinson Cavani precisou responder sobre uma possível parceria com Neymar no PSG. Em uma resposta protocolar, o uruguaio elogiou o brasileiro.

"Jogar com Neymar? Estamos falando de um grande jogador e qualquer jogador gosta de jogar com grandes jogadores. Isso são coisas de mercado, coisas que falam muito todos os dias, mas, para mim, os melhores jogadores são os que estão na minha equipe. Se, em algum momento, chegarem outros jogadores, serão bem-vindos".

Nas últimas semanas, uma possível transferência de Neymar para o PSG ganhou força. O clube francês estaria disposto a desembolsar os 222 milhões de euros da multa rescisória do brasileiro com o Barcelona.

A boa vontade de Neymar com o novo assédio do PSG teria sido motivada pela recente renovação de contrato de Messi com o Barcelona. Nos primeiros dias de julho, o argentino acertou uma nova relação com o clube, agora com duração até a metade de 2021 e multa rescisória na casa de 300 milhões de euros. Diante da valorização do camisa 10, o brasileiro e seu estafe também esperavam um incremento de recebimentos. 

Na última temporada, o Barcelona já havia renovado o contrato de Neymar. A relação atual entre as partes vigora até o meio de 2021. Segundo a imprensa espanhola, a última atualização contratual contemplou um salto salarial anual de cerca de 8 milhões de euros para 15 milhões de euros – especula-se que o PSG estaria disposto a pagar 40 milhões de euros anuais ao craque.

No último final de semana, após dias de intensa especulação, o zagueiro Gerard Piqué usou as redes sociais para indicar que Neymar continuaria a ser jogador do Barcelona. Considerado um líder do vestiário do time, o defensor publicou uma foto junto ao brasileiro com dizeres com jeito de anúncio: "fica". 

Os nomes mais importantes do elenco do Barcelona, inclusive, teriam pressionado Neymar na direção de uma decisão de permanência. A imprensa espanhola publicou que o brasileiro teve conversas a respeito com líderes do time, como Piqué, além dos atacantes Messi e Suárez. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos