Líder Corinthians sofre no mercado e é dos únicos sem patrocínio na Série A

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • Thiago Ribeiro/AGIF

    Corinthians está sem patrocinador master há mais de três meses, mesmo sendo líder

    Corinthians está sem patrocinador master há mais de três meses, mesmo sendo líder

O Corinthians é líder do Campeonato Brasileiro em uma campanha invicta e quase perfeita até aqui. Apesar do sucesso em campo e da exposição do time alvinegro, o clube sofre ao buscar um patrocinador para o espaço mais valioso da camisa. Nesta semana, o rompimento com a Caixa Econômica completou cem dias.

Esse contexto negativo foge à regra da maior parte das equipes que disputam a Série A do Campeonato Brasileiro. Hoje, apenas Corinthians e Fluminense disputam a competição sem um parceiro master - todos os outros 18 times atuam com uma marca estampada no lugar mais nobre do uniforme (14 deles têm a Caixa como parceira).

Alguns, inclusive, firmaram acordo nos últimos meses. São os casos da Chapecoense (Aurora) e São Paulo (Banco Intermedium), que conseguiram contratos novos. Flamengo (Caixa) e Palmeiras (Crefisa), por sua vez, renovaram vínculos com suas respectivas parceiras.

O acordo entre Corinthians e Caixa chegou ao fim em meados de abril. Depois, o clube alvinegro só conseguiu um patrocínio pontual para o espaço master - o fato deu-se nas duas finais do Campeonato Paulista, após acerto com a Universidade Brasil. A empresa, em seguida, passou a estampar sua marca na omoplata da camisa de forma permanente.

Nos bastidores, conforme apurou o UOL Esporte, o clube culpa a situação econômica e até política do Brasil. O momento que o futebol atravessa, de falta de credibilidade, também é encarado como um dos fatores para a falta de acordos.

Rodrigo Gazzanel/Ag.Corinthians
Clube divulga própria operadora de celular

Pontual pode até virar opção

O Corinthians declara sua postura em relação aos patrocínios pontuais. Na avaliação da diretoria, os contratos a médio e longo prazo são mais vantajosos pois criam um vínculo maior entre as partes. Os pontuais podem até suprir uma necessidade de momento, mas são considerados questionáveis. Ainda assim, o clube acertou, na segunda final do Estadual, a cessão de espaços no calção para as empresas SEMP e Best Way.

Se for adotado como regra, na visão do clube, esse tipo de parceria pode até atrapalhar a captação de recursos. Ainda assim, um acordo desse tipo não é totalmente descartado. Nas finais da Libertadores de 2012, por exemplo, o time jogou as cinco partidas decisivas com um patrocínio pontual. 

Nas últimas semanas, o clube até chegou a receber sondagens, que não se transformaram em propostas. De acordo com Roberto de Andrade, presidente do Corinthians, duas negociações pelo espaço master estavam em curso. Vinte dias depois da declaração dada em uma coletiva, entretanto, nenhum parceiro foi anunciado.

Clube recusou acordo de R$ 18 milhões em abril

Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Em abril, Corinthians tampou marca Caixa após falta de acordo com a estatal

Em dificuldades, o Corinthians perdeu a chance de renovar o contrato com a Caixa, que estampou sua marca no espaço master da camisa entre novembro de 2012 e abril de 2017. No fim de março, a estatal ofereceu R$ 18 milhões em um contrato de maio a dezembro. Dessa forma, o clube receberia R$ 2,25 milhões mensais.

A recusa corintiana ocorreu depois de uma comparação com os vínculos anteriores. A Caixa pagava R$ 30 milhões anuais e desembolsava, assim, R$ 2,5 milhões por mês, valor considerado como "mínimo" a se receber mensalmente, na visão do Corinthians. O problema é que o tempo passou e nenhum outro interessado surgiu. Se fechar hoje pelo montante que deseja, o clube terá R$ 12,5 milhões até dezembro, valor bem inferior aos R$ 18 milhões ofertados pela Caixa lá atrás. .

Hoje o Corinthians conta com o patrocínio de Alcatel (costas), Foxlux (barra traseira) e Minds (barra das mangas). Pelos três acordos, o Corinthians receberá R$ 8,5 milhões na temporada 2017. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos