Marcelo Oliveira fala de rever o Galo e avisa: "estou mais preparado"

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Twitter

Marcelo Oliveira foi apresentado como treinador do Coritiba e admitiu que não esperava treinar nenhum time em 2017, mas que aceitou voltar ao clube paranaense mesmo "sabendo que a responsabilidade é maior".

"Eu não aceitei algumas propostas neste ano, pensava que este ano ficaria quieto, mas o Coritiba me chamou e eu vim. Tenho consciência, estou mais experiente, preparado. A responsabilidade agora é maior do que na primeira vez", disse o treinador.

Marcelo Oliveira terá pela frente o Atlético-MG, no domingo, no Couto Pereira. O time mineiro foi o último treinado pelo técnico, que acabou demitido. "O jogo é decidido dentro de campo. Tenho respeito grande pelo Galo, mas temos que voltar a ter as vitórias no Couto", comentou.

O treinador chega com a missão de fazer o Coritiba subir na tabela de classificação. A equipe tem 19 pontos e está em 15º. "Vamos detectar o que aconteceu. Imaginamos que talvez falte confiança neste momento e temos que resgatar isto", analisou. 

Oliveira chegará ao Coxa com um salário mensal quase três vezes maior que o do antecessor, Pachequinho, na casa dos 400 mil. Um investimento alto do clube por um técnico que recebeu o mesmo para levar o Atlético-MG à Libertadores e ao vice-campeonato da Copa do Brasil em 2016 (Roger Machado terminou o ano) e já tinha esse soldo no bicampeonato nacional pelo Cruzeiro em 2013 e 14.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos