Jogador se aposenta para poder doar parte do fígado ao sobrinho

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Clarín

Uma história na Argentina está repercutindo no mundo todo. O agora ex-jogador Alejandro Benítez se aposentou por um motivo muito especial: doar parte de seu fígado ao sobrinho de apenas nove meses.

O jogador atuava pelo Central Larroque que disputa do Torneio Argentino C e não pensou duas vezes em parar sua carreira por Milo, o sobrinho bebê.

"Quando me disseram, eu não tive dúvidas. Eu teria que abandonar o futebol, mas eu não me importei. Isso é mais e eu jamais vou me arrepender de algo que fiz", disse o Benítez em entrevista à rede de notícias TN da Argentina, ainda no hospital.

"Eu tive algumas complicações e os médicos pensaram em suspender tudo, mas que bom que continuaram. A cirurgia ia durar 3 horas, mas durou 7 horas. Mais difícil foi de Milo que durou 12 horas, mas está melhor que eu e isso me faz feliz', comentou.

Os médicos descobriram que Milo estava doente logo que nasceu. O menino tinha uma obstrução dos vasos que transportam bílis do fígado para a vesícula e por isso precisou do transplante. A criança é o terceiro filho da irmça de Alejandro, Natália.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos