Juiz dá pênalti para Santos, mas volta atrás após conversa com 4º árbitro

Do UOL, em São Paulo

A rodada da Copa do Brasil teve um lance polêmico na Vila Belmiro nesta quarta-feira (26). Com a partida empatada por 1 a 1, Bruno Henrique caiu na área após um choque com Réver aos 40min. O árbitro Leandro Pedro Vuaden marcou pênalti, mas mudou de ideia depois de uma conversa com o quarto árbitro. O Flamengo acabou classificado perdendo por 4 a 2 - o 5 a 2 classificava o Santos.

A decisão inicial de Vuaden foi após um contra-ataque santista, no qual Bruno Henrique se infiltrou pela ponta esquerda e aparentou ter sido derrubado por Réver dentro da área - o zagueiro flamenguista atingiu a bola antes do contato. Os jogadores do Flamengo se amontoaram no entorno do árbitro após a marcação da penalidade. Vuaden, no entanto, se deslocou à lateral esquerda para conversar com o quarto árbitro sobre o lance e só então mudou de ideia, para revolta dos santistas.

"O juiz tomou a decisão certa", afirmou o meia Diego na saída para os vestiários. Réver reforçou o discurso do colega: "Primeiro marcou um pênalti que estava muito longe. O quarto árbitro viu que pegaram só a bola e voltaram o lance."

O Flamengo saiu na frente na Vila Belmiro com Berrío, mas Bruno Henrique empatou com um golaço de fora da área. Como o clube rubro-negro venceu a ida por 2 a 0, os santistas precisavam virar para 4 a 1.

Guerrero chegou a fazer 2 a 1, mas o Santos reagiu na etapa complementar com gols de Copete, Victor Ferraz e Copete de novo. O quarto gol, no entanto, saiu depois dos 48min do segundo tempo, tarde demais para o 5 a 2 necessário para a classificação.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos