M. Guilherme vê ano atípico e pede tempo para SP deixar situação incômoda

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

  • Rubens Chiri / saopaulofc.net

    Marcos Guilherme foi apresentado oficialmente no São Paulo

    Marcos Guilherme foi apresentado oficialmente no São Paulo

O São Paulo apresentou mais um reforço nesta quarta-feira (26), no CT da Barra Funda. Depois de Hernanes, foi a vez do atacante Marcos Guilherme vestir a camisa do clube. O jogador, que declarou ser torcedor do Tricolor desde criança, analisou o momento do time, que na 18ª colocação do Brasileiro tenta fugir da zona do rebaixamento.

"Um ano atípico e posso garantir que vamos lutar com todas as forças para tirar o São Paulo dessa situação. Todos nós sabemos da grandeza do São Paulo. É uma situação atípica, é um time acostumado a brigar por títulos ou vaga na Libertadores. Com a chegada do Dorival e dos reforços, o time precisa de tempo para entrosar. Passo a passo, vamos melhorar. Primeiro, precisamos sair dessa situação incômoda", disse Marcos Guilherme, que confirmou ser torcedor do Tricolor desde criança. 

"Essa é uma história que fiquei meio assim de revelar o clube do coração, porque somos profissionais. Mas tem muitas crianças que querem jogar no seu clube de coração, e posso incentivá-las a seguir esse sonho. Tenho várias histórias, mas a mais marcante foi a da final do Mundial de 2005 contra o Liverpool, quando estava enrolado com a bandeira do clube, fiz carreata depois do título", completou Marcos Guilherme.

Ainda não há uma data para o jogador fazer a sua estreia com a camisa do Tricolor. Por retornar da Europa e estar em um estágio de preparação física diferente dos demais atletas, é possível que ele necessite de um tempo maior do que Hernanes para ficar à disposição de Dorival Júnior.

"Fisicamente estou bem, porque fiz um mês de pré-temporada, mas preciso de um tempo para me readaptar ao futebol brasileiro. Estou preparado, se ele precisar estou bem para ajudar", afirmou o atacante.

Marcos Guilherme despontou no Atlético-PR. O jogador defendeu o clube entre 2009 e 2016. Neste ano, havia sido emprestado para o Dínamo Zagreb, da Croácia, mas teve dificuldade para se adaptar ao país. Por isso, acertou a volta ao Brasil. Aos 21 anos, ele tem no currículo também passagem pela seleção brasileira sub-20 no Sul-Americana e no Mundial de 2015.

"Foi um trabalho satisfatório na Europa, foram somente seis meses mas cresci muito como jogador e pessoa. Estou chegando mais maduro e preparado para esse desafio", disse Marcos Guilherme. 

"É um garoto de muito potencial, com muita experiência como profissional. Já estávamos avaliando há um bom tempo, tem confiança da diretoria e da comissão técnica e fará sucesso aqui", completou Vinícius Pinotti, diretor executivo do São Paulo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos