Mourinho: "Quase tive que implorar para sair do Real Madrid"

Do UOL, em São Paulo

  • REUTERS/Alan Greth

O técnico José Mourinho afirmou que a direção do Real Madrid não queria que ele deixasse o clube espanhol em 2013. Em entrevista ao jornal "Record", o português disse quase ter precisado "implorar" para conseguir sair da equipe merengue.

"Para ser honesto, na diretoria do Real Madrid queriam que eu continuasse, não queriam que eu fosse embora. Todos no clube, presidente, diretor-executivo, a administração, eu próprio, sentimos ao longo dos anos em que lá estive que a parte difícil do trabalho estava feita e por isso queriam que ficasse. Na verdade, quase que tive de implorar para que me deixassem sair", afirmou Mourinho.

A declaração surgiu quando Mourinho comparava o período em que passou no Real Madrid com o atual, em que treina o Manchester United. Naquela época, o clube merengue sofria para conseguir superar o Barcelona de Pep Guardiola.

"Houve uma evolução e o Manchester United não acompanhou essa evolução - o meu trabalho vai muito além de pegar um time de futebol e transformá-lo em uma equipe ofensiva. Trata-se de mexer na estrutura e tentar fazer com que essa estrutura ganhe uma nova dinâmica. E nesse aspecto é semelhante ao que aconteceu no Real Madrid: um clube grande, com grandes expectativas, mas em um período difícil", explicou.

Mourinho chegou ao Manchester United no início da última temporada. No Campeonato Inglês, a equipe terminou apenas na sexta colocação, mas acabou conseguindo uma vaga na Liga dos Campeões por causa do título da Liga Europa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos