Homenageado por 100º jogo, Cabral quer ficar no Cruzeiro até ser campeão

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Divulgação/Cruzeiro

    Titular absoluto de Mano é o sétimo gringo a completar mais de 100 jogos pelo Cruzeiro

    Titular absoluto de Mano é o sétimo gringo a completar mais de 100 jogos pelo Cruzeiro

Um dia depois da classificação na Copa do Brasil diante do Palmeiras, a tarde de reapresentação na Toca da Raposa foi marcada por uma homenagem a um dos principais responsáveis pelo crescimento e boa fase do Cruzeiro na temporada. Com 100 jogos recém-completados, Ariel Cabral recebeu um placa do clube, falou sobre suas pretensões na equipe e prometeu que não sai do clube enquanto não levantar uma taça.

"Quero ficar aqui até me mandarem embora. Quero ganhar títulos. Não vou embora sem conseguir um título. Penso que jogar é bom, mas as pessoas só vão se lembrar se a gente ganhar um título, isso é importante", comentou o volante, contratado em agosto de 2015.

Contra o Palmeiras, Cabral jogou sua 101ª partida pelo Cruzeiro. No quadro de jogadores gringos com mais jogos disputados, o argentino só fica atrás dos compatriotas Roberto Perfumo (141 jogos), Juan Pablo Sorín (126) e Walter Montillo (122), além do chileno Maldonado (137); do companheiro De Arrascaeta (124) e do espanhol Fernando Carazo (113).

"Quero agradecer por ter sido tão bem recebido aqui, num clube tão grande como o Cruzeiro. É uma honra chegar a 100 jogos, não é fácil, é preciso trabalhar com dedicação e respeito. A diretoria, Bruno (Vicintin), o presidente e os companheiros me ajudaram muito. Estou muito feliz por chegar a 100 jogos", completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos