Barça diz em comunicado que só libera Neymar com pagamento total da multa

Do UOL, em São Paulo

  • Mike Ehrmann/Getty Images

Em comunicado oficial publicado nesta quarta-feira, o Barcelona colocou condições para a saída de Neymar. Na nota, a agremiação catalã pede que a multa da rescisão de contrato seja paga integralmente como condição para o atacante brasileiro deixar o clube.

Desta forma, o Barcelona confirma oficialmente a postura que seu presidente, Josep Maria Bartomeu, vinha demonstrando em entrevistas sobre o assunto. O clube é irredutível em relação a uma possível negociação com o PSG e só aceita a liberação mediante ao pagamento da multa integral de 222 milhões de euros (cerca de R$ 820 milhões).

Neymar comunicou aos seus companheiros e ao clube sobre a sua decisão de mudar de clube na manhã desta quarta-feira. Liberado do treino, se despediu dos amigos e foi para o Camp Nou, onde se reuniu, ao lado de seu pai e advogado, com o presidente Josep Maria Bartomeu para tratar sobre a transferência.

Além da multa rescisória, Neymar e o Barcelona não chegaram a um acordo sobre o pagamento de 28 milhões de euros referente ao bônus pela renovação contratual do jogador no ano passado. O Barcelona confirmou que deixou o dinheiro depositado em juízo até uma resolução do caso. O estafe de Neymar está revoltado com o que avalia ser não cumprimento do contrato. O clube se defende alegando que só deve pagar o proporcional ao primeiro ano de contrato cumprido.

Por último, o clube diz que o jogador continua sob contrato, mas tem a permissão temporária para não participar dos treinos e tratar de assuntos extracampo.

Confira a nota na íntegra

O jogador Neymar Jr, acompanhado por seu pai e agente, informou ao FC Barcelona nesta manhã sua decisão de deixar o clube em uma reunião realizada nos escritórios do time.

Diante dessa posição, o clube informou-os que a cláusula de buy-out do seu contrato, existente desde 1 de julho, totaliza 222 milhões de euros, o que deverá ser depositado na sua totalidade.

Além disso, em resposta ao pedido de bônus de extensão do contrato, o clube deixou claro mais uma vez que o montante permanece depositado em juízo até que o caso seja resolvido.

O jogador permanece sob contrato no FC Barcelona, mas com permissão temporária para não participar de sessões de treinamento.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos