Grêmio amplia liberação e Bolãnos volta do Equador no fim de semana

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Grêmio

    Miller Bolaños teve cirurgia no púbis descartada e segue no Equador

    Miller Bolaños teve cirurgia no púbis descartada e segue no Equador

Miller Bolaños não retornou a Porto Alegre nesta quarta-feira (2). Liberado para resolver assuntos particulares no Equador, o meia-atacante ganhou um prazo maior do Grêmio para voltar ao Brasil. O retorno agora é aguardado para sexta ou sábado.

No Equador, Miller Bolaños consultou um médico sobre sua lesão no púbis.

"O Miller tem uma situação que o Grêmio está acompanhando. Ele precisa de bastante atenção, é um jogador importante. Estamos dando total apoio. Ele deve retornar a Porto Alegre na sexta ou no sábado. As questões que ele foi resolver lá possivelmente estão superadas e ele vai continuar tratamento no Grêmio", disse Odorico Roman, vice de futebol do Grêmio, à Rádio Guaíba.

A consulta com o especialista avaliou o quadro clínico do jogador e confirmou o diagnóstico dado pelo Grêmio: a lesão pode ser tratada de forma conservadora. Ou seja, sem cirurgia. Uma eventual intervenção pode ocorrer em dezembro.

Além do quadro clínico, o Grêmio afirma que liberou Bolaños para resolver problemas familiares. O clube não avançou no detalhamento da situação, mas informou que o jogador retornaria na quarta-feira.

O novo prazo inviabiliza a participação de Miller Bolaños na partida diante do Atlético-MG, domingo, pela 19ª rodada do Brasileirão. E também deverá deixar o camisa 23 fora do jogo de volta contra o Godoy Cruz-ARG, pelas oitavas de final da Libertadores.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos