Rivaldinho brilha longe da imagem do pai e foge de comparações após golaço

Bruno Freitas

Do UOL, em São Paulo

A ideia de jogar na capital de um país do leste europeu parecia inicialmente estranha quando chegou aos ouvidos de Rivaldinho, no começo de 2017. Mas a vida na Romênia surpreendeu o atacante, filho do herói da seleção na Copa de 2002. Negociado pelo Internacional ao Dínamo Bucaresti, o jovem vive o melhor momento da carreira, hoje em dia com as comparações com o pai famoso em segundo plano. De quebra, no âmbito pessoal, o jogador curte a preparação para a chegada de um bebê.

Rivaldinho chegou ao Dínamo em fevereiro passado, após experiências em clubes como Mogi Mirim, Boavista (Portugal), XV de Piracicaba, Inter e Paysandu. Pela primeira vez em sua trajetória esportiva, o atacante entende que está conseguindo construir um caminho independente.

"Existe a comparação. Mas sempre digo que nunca vou ser igual a ele. Se for 1% do que ele foi já serei um craque. Estará de bom tamanho. Tenho que ralar muito, mas meu caminho é independente. Até por isso foi bom vir para a Romênia, para me desvincular um pouco da imagem do meu pai. No Brasil o pessoal pegava no meu pé. Aqui também foi assim no começo, mas eu venho provando, construindo meu caminho, por meus méritos", disse o atacante em entrevista ao UOL.

Virou um jogador diferente na Romênia

Desde que chegou à Romênia, Rivaldinho teve as características esportivas levemente transformadas. O filho de Rivaldo deixou de ser um centroavante típico para atuar na linha de armação, como um meia-atacante mais recuado, apesar de usar a camisa 9.

A mudança saiu da cabeça do técnico Cosmin Contra, ex-jogador da seleção romena. Atuando desta forma, o brasileiro ajudou o time a conquistar a Copa da Liga romena no primeiro semestre. 

"Já estou adaptado. No começo foi difícil, não sabia se o time ia se classificar ou não para as finais (do torneio local), ainda tinha muito frio e neve, eu vinha do verão no Brasil. As primeiras semanas foram muito difíceis", contou o atacante, que tem contrato com o Dínamo até 2020.

"Não quero voltar tão cedo. Passei por Portugal quando era mais novo, mas não deu muito certo, tinha uma outra cabeça", afirmou.

Visita do pai premiada com golaço
Reprodução

Na última semana, os torcedores do Dínamo Bucaresti ganharam um presente com a visita de Rivaldo pai, que prestigiou a partida entre a equipe local e o Athletic Bilbao, válida pela fase classificatória da Liga Europa. O eterno ídolo do Barcelona acabou sendo "pé quente" para o filho, que marcou um belo gol, decisivo no empate por 1 a 1 (no vídeo no topo da reportagem).

"Coincidiu de ele vir para este jogo, deu tudo certo. Acabei entrando e marcando o gol. Ele me deu conselhos antes da partida e dava para ver que estava muito feliz depois do jogo", comentou Rivaldinho.

"Fazia muito tempo que um Bola de Ouro (melhor do mundo pela Fifa em 1999) não vinha para a Romênia. Ele foi recebido super bem, ganhou uma camisa do Dínamo com o nome dele. Com certeza a visita dele foi uma coisa que me deu ânimo e ânimo também para o resto do time. Afinal, não é todo dia que você aperta a mão de um Bola de Ouro", acrescentou.

Com Rivaldinho em campo, o Dínamo Bucaresti volta a enfrentar o Athletic Bilbao nesta quinta-feira, desta vez na Espanha, com a missão de classificação para a próxima fase da Liga Europa.

Vem aí um filho romeno?

Em pouco menos de seis meses, o atacante brasileiro diz se sentir adaptado à vida em Bucareste, para onde se mudou com a esposa. Rivaldinho afirma que consegue entender um pouco do idioma romeno, língua que tem alguma influência latina. O jogador relata também se comunicar facilmente com os colegas de equipe, por falar espanhol (morou na Espanha por seis anos) e inglês.

Reprodução/Instagram

"A cidade até surpreendeu a gente. A gente pensava em Bucareste como um lugar longe, mas é uma cidade que não falta nada, tem de tudo. A gente costuma passear num parque bem grande aqui, que tem um lago bonito. Também vamos ao shopping de vez em quando, tem uns quatro ou cinco na cidade", comentou o atacante a respeito da vida longe do Brasil.

Além da boa fase no futebol, o jogador de 22 anos ainda se prepara para ser pai pela primeira vez. A esposa de Rivaldinho espera um bebê para novembro. A expectativa do atacante do Dínamo é que o neto do pentacampeão Rivaldo possa nascer na Romênia. 

"A princípio era para nascer no Brasil, mas estamos pensando sobre nascer aqui. Vai estar no meio da temporada, eu vou estar aqui nesta época. Já visitamos alguns hospitais particulares daqui. Tem hospitais tão bons quanto os do Brasil. A mãe da minha esposa poderia vir também. Tomara que nasça aqui", declarou. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos