Corinthians avança por zagueiro e discute moeda de troca com Botafogo

Dassler Marques*

Do UOL, em São Paulo

  • Vitor Silva/SSPress

    Emerson Santos, 22 anos, pode se transformar em reforço corintiano

    Emerson Santos, 22 anos, pode se transformar em reforço corintiano

Das duas barreiras para ficar com o zagueiro Emerson Santos, 22 anos, o Corinthians já tem a primeira superada e avança em relação à segunda. Nos últimos três dias, conversas lideradas pelo gerente de futebol Alessandro Nunes com o Botafogo deixaram as partes confiantes para que o negócio seja fechado com êxito. 

A primeira barreira vencida é o acordo com o jogador. Além de Flávio Adauto, diretor de futebol que indicou o acerto no último domingo, o próprio estafe de Emerson Santos confirma. "A parte entre Corinthians e o jogador, nós consideramos como praticamente acertada", declarou Jaílton Oliveira, empresário do zagueiro, ao UOL Esporte. Corinthians e Emerson têm acordo por um contrato longo, de quatro ou cinco anos, e que envolve o salário e pagamento de luvas. 

O vínculo entre jogador e Botafogo expira em dezembro, mas, sem um acordo para a renovação, a diretoria botafoguense já entende que pode capitalizar em uma moeda de troca, pois Emerson Santos pode até assinar um pré-contrato com outro clube para 2018.

Ele tem sido pouco usado pelo treinador Jair Ventura neste ano, com apenas 22 aparições, sendo somente três pelo Campeonato Brasileiro. No ano passado, sem imbróglio contratual, havia sido um dos expoentes do time.

Nas discussões realizadas entre Corinthians e Botafogo, duas possibilidades foram aventadas. A cessão de direitos econômicos do novo contrato para os botafoguenses, o que deixaria perspectivas abertas de remuneração em uma venda futura, ou a transferência em definitivo do meia Alan Mineiro, que pertence aos corintianos, está cedido ao Vila Nova-GO e tem sido destaque na Série B.

Há poucos dias, o Botafogo chegou a demonstrar interesse na aquisição de Alan Mineiro, mas o negócio não avançou após se descobrir que ele havia defendido a Ferroviária-SP, no começo do ano, em jogo da Copa do Brasil. Assim, o entendimento inicial foi de que Alan não poderia, em período inferior a um ano, jogar três competições nacionais pela terceira equipe diferente. 

Recentemente, porém, o departamento jurídico do Corinthians mergulhou sobre o tema e concluiu que Alan Mineiro ainda estaria apto a defender o Botafogo neste Campeonato Brasileiro. Entretanto, dirigentes botafoguenses admitiram que, nesse meio tempo, outros jogadores se tornaram prioridade na posição. 

Diante desse cenário complexo, Corinthians e Botafogo ainda conversam sobre uma possível moeda de troca que satisfaça as partes e atenda a um pedido importante do treinador Fábio Carille. Sem Pablo e Vílson, ambos lesionados, o treinador corintiano possui somente três jogadores para a posição e gostaria de contar com Emerson. Além de zagueiro, ele também atua regularmente como lateral direito.

Conversa com palmeirense

Bernardo Gentile/UOL Esporte

Emerson Santos, inclusive, protagonizou uma cena curiosa nos momentos seguintes à vitória do Palmeiras por 2 a 1 sobre o Botafogo, no Engenhão, nesta quarta-feira. Pouco depois da partida, o diretor de futebol alviverde, Alexandre Mattos, trocou palavras com o jogador. Não se sabe ao certo o que o dirigente palmeirense conversou com o zagueiro, já que o diálogo aconteceu longe dos jornalistas. 

* colaborou: Bernardo Gentile, do UOL no Rio de Janeiro

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos