Neymar pede desculpas ao pai e diz que precisava de novos desafios

Do UOL, em São Paulo

Minutos depois de ser anunciado como reforço do PSG, Neymar se manifestou com uma série de vídeos no Instagram. No vídeo, o brasileiro pede desculpas por contrariar o pai "pela segunda vez" e diz que jogar no Barcelona "foi um sonho de criança".

"A vida de um atleta é movida a desafios. Alguns são impostos a nós; outros, são frutos de uma decisão nossa. Para mantermos a luz que ilumina a nossa carreira – que é intensa, mas curta", iniciou Neymar, antes de pedir desculpas ao pai.

"Pela segunda vez na vida contrariei meu pai. Pai, entendo e respeito sua opinião, mas minha decisão estava tomada e espero que você me apoie como sempre fez".

"O Barcelona e a Catalunha estarão sempre em meu coração, mas eu precisava de novos desafios".

Pela manhã, os advogados do jogador haviam acertado o pagamento de 222 milhões de euros ao Barcelona (R$ 821 milhões), em cifra referente à multa rescisória do atacante com os catalães. No clube francês, o brasileiro vestirá a camisa 10, que anteriormente era usada por Javier Pastore.

Confira a declaração completa de Neymar:

A vida de um atleta é movida a desafios. Alguns são impostos a nós; outros, são fruto de uma decisão nossa. Para mantermos a luz que ilumina a nossa carreira – que é intensa, mas curta.

O Barcelona foi mais do que um desafio. Foi um sonho de criança, porque eu jogava com aqueles craques no vídeo-game. Cheguei à Catalunha com 21 anos cheio de desafios.

Até hoje lembro dos meus primeiros dias no clube, dividindo o vestiário com ídolos como Messi, Valdes, Xavi, Iniesta, Puyol, Piqué, Busquets, entre outros. Na expectativa de atuar em um clube que é mais que um clube. O Barcelona é uma nação, que representa a Catalunha.

Tive a honra de atuar com o maior atleta que vi na vida, e que tenho a certeza não verei outro enquanto eu viver: Leo Messi. Virou meu parceiro, amigo dentro e fora de campo. Foi uma grande honra jogar com você.

"Formei um ataque com Messi e Suárez, que fez história. Conquistei tudo que um atleta poderia conquistar. Vivi momentos inesquecíveis.

Moro em uma cidade que é mais que uma cidade. É uma pátria. Amo Barcelona e amo a Catalunha.

Mas um atleta - no caso eu - precisa de desafios.

Pela segunda vez na vida, contrariei meu pai. Pai, entendo e respeito sua opinião, mas minha decisão está tomada. Espero que você me apoie como sempre fez.

O Barcelona e a Catalunha estarão sempre no meu coração. Mas preciso de novos desafios. Aceitei a proposta do Paris para tentar novas conquistas e ajudar o clube a alcançar os títulos que sua torcida espera. Me apresentaram um plano de carreira muito ousado, e me sinto pronto para esse desafio.

Agradeço o carinho da maravilhosa torcida blaugrana e a tudo que aprendi com os grandes atletas com quem dividi o vestiário.

Mas sinto em meu coração que é hora de partir. O Paris será minha casa nos próximos anos, e trabalharei para honrar toda a confiança deposita em meu futebol.

Conto muito com o apoio de todos vocês, torcedores que estão comigo desde 2009. Os meus amigos, os profissionais que me acompanham, e principalmente da minha família, que sofreu muito com alguns problemas que ocorreram neste período da minha carreira, e que hoje merecem paz. É uma decisão muito difícil, mas foi tomada com a maturidade que acumulei nos meus 25 anos.

Barcelona, gracies per tot. Paris, j'arrive. Que Deus nos abençoe e nos proteja.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos