Pai de Neymar diz que atitude do Barça o fez mudar de ideia e aceitar PSG

Do UOL, em São Paulo

O pai de Neymar confirmou a história contada pelo filho após ser anunciado como novo jogador do Paris Saint-Germain. Em um vídeo no Instagram, o craque brasileiro havia dito que seu pai discordava da transferência ao clube francês. Nesta sexta-feira (4), em entrevista à rádio espanhola COPE, Neymar Silva assumiu que sua ideia inicial era convencer o filho a ficar na Espanha, mas revelou que uma atitude da diretoria do Barcelona o fez mudar de opinião nos últimos dias.

"Eu estava do lado do Barcelona, tentando convencer ele (Neymar Jr) a ficar. Com a atitude da diretoria (do time catalão), eu mudei de opinião", disse o pai de Neymar. Segundo ele, o problema foi o pagamento de um bônus pela renovação de contrato do filho - 26 milhões de euros que o Barcelona se recusa a pagar.

Francisco Seco/AP
Pai de Neymar explica quando aceitou transferência para o PSG

"Se não pagar, não posso fazer nada. Agora, eu não poderia me submeter à chantagem. Foi neste momento que o Barcelona perdeu meu apoio, quando agiu desta maneira. Até esse fato, estava eles tinham [o meu apoio], eu estava do lado do Barcelona tentando convencer Neymar de ficar no clube. No entanto, com essa atitude da diretoria, eu não poderia ficar do lado deles. O contrato está muito bem claro e explicado", explicou à rádio.

O novo contrato previa o pagamento de um prêmio de assinatura no ano seguinte e o aumento da cláusula de rescisão de 200 para 222 milhões de euros. O valor seria de 26 milhões de euros (cerca de R$ 95,5 milhões), que o Barcelona se recusa a pagar.

O pai de Neymar também esclareceu que a decisão de mudar de clube partiu do próprio jogador. "Foi uma decisão dele. Está onde sonhava. Ele estava acomodado, em uma zona de conforto, tranquilo. Ele escutou o conselho de seus amigos, as pessoas que o rodeavam... Queria encarar esse desafio, e agora vai seguir o seu destino. Acredito que teve muita coragem, e tinha o direito de ter essa decisão."

BOLA DE OURO

Ir para o Paris Saint-Germain facilitaria Neymar a ganhar o prêmio de melhor jogador do mundo? O próprio pai de Neymar discorda dessa tese. "Está correndo um risco. Por que acha que no PSG terá a garantia de ganhar a Bola de Ouro? É uma loucura pensar isso. É loucura que se pense isso, seria mais fácil continuar no Barcelona com a ajuda de todo aquele time."

Mesmo achando que o filho deveria permanecer no Barcelona, Neymar pai acredita que dificilmente Neymar seria o principal jogador do time. "Todo mundo dizia que ele tinha que ser o substituto de Messi, mas ele não queria. Neymar tem que obter o seu caminho e aceitar o desafio que ele terá pela frente. Não era justo para Leo ou para Neymar esse tipo de julgamento que as pessoas queriam fazer."

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos