Presidente do PSG condena comparação de Neymar com Figo

Do UOL, em São Paulo

Durante a apresentação de Neymar no Paris Saint-Germain, um dos jornalistas questionou a postura de alguns espanhóis que compararam o brasileiro a Figo, que deixou o Barcelona para jogar no Real Madrid. O presidente do clube francês Nasser Al-Khelaïfi condenou a alusão e exaltou a boa postura do ex-Santos durante o processo de negociação com a equipe catalã.

"Durante toda a negociação, Neymar tentou adiar o máximo para sair pela porta da frente e por respeito aos fãs. Ele se comportou como um cavalheiro, acho que é uma comparação injusta. Ele realmente tomou o tempo dele, sempre dizendo que queria fazer as coisas de forma certa e correta. Acho que não pode comparar com outra transação (Figo)", declarou Nasser Al-Khelaïfi.

Neymar falou sobre sua tristeza por ter ficado com essa imagem para alguns fãs espanhóis. O jogador disse que tem extremo respeito pelo Barcelona.

"Não fiz nada de errado. Eu fico triste da forma como os torcedores estão pensando assim. Em momento nenhum eu faltei com respeito. Acho que todo o jogador tem o direito de querer ficar ou ir embora. Não somos robôs que temos que ficar obrigados. O jogador tem todo esse direito, senti que era a hora que tinha que sair. Tenho muito respeito por todos. Fico triste de muitos estarem pensando assim", falou o craque.

O atacante brasileiro foi anunciado como reforço do PSG na tarde de quinta-feira (04). Pela manhã, os advogados de Neymar haviam acertado o pagamento de 222 milhões de euros ao Barcelona (R$ 821 milhões), em cifra referente à multa rescisória do atacante com os catalães. No clube francês, o brasileiro vestirá a camisa 10, que anteriormente era usada por Javier Pastore.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos