Moisés volta três meses antes do previsto e vira case para o Palmeiras

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

  • Cesar Greco/Ag. Palmeiras

    Moisés deve jogar o segundo tempo do duelo contra o Atlético-PR

    Moisés deve jogar o segundo tempo do duelo contra o Atlético-PR

Com uma recuperação em tempo recorde, Moisés virou case de sucesso para a fisioterapia do Palmeiras. Com a previsão inicial de afastamento de nove meses após romper ligamentos no joelho, o volante voltará a ser relacionado menos de seis meses depois de sua lesão e pode voltar a defender a sua equipe neste domingo (6), diante do Atlético-PR.

O meio-campo surpreendeu a todos com a sua evolução, assim como já havia feito em 2016. Naquela temporada, ele também se lesionou no início do ano e precisou se afastar para uma cirurgia. Em cerca de três meses, o atleta voltaria para os gramados e se transformaria em um dos pilares do eneacampeonato.

Na 19ª rodada do Brasileirão, Moisés começará do banco e deixou muita gente surpresa. Até mesmo o diretor de futebol, Alexandre Mattos, chegou a pedir calma em entrevista que deu no início de julho. A chance de o atleta voltar já em agosto começou a ser ventilada, mas chegou a ser descartada naquele momento pelo dirigente.

Até mesmo pessoas próximas do jogador afirmavam que a chance de o atleta estar em campo em agosto era pequena. O sonho do atleta sempre foi estar à disposição do técnico para o jogo do dia 9 de agosto, contra o Barcelona-EQU, nas oitavas de final da Libertadores.

Cuca também se surpreendeu com a recuperação, mas exaltou o esforço que o atleta fez diariamente na fisioterapia. As instalações do novo centro de excelência também foram fundamentais para que o atleta voltasse antes.

"Eu moro no CT. E desço e já vou direto para a fisioterapia. Ele está lá todos os dias. O jogador fica aqui, dez, 12 horas por dia para treinar. Eu até pedi calma para ele. Mas a gente fica feliz em contar com ele de novo", disse o técnico.

"Tomara que o jogo ofereça essa condição para ele entrar, porque às vezes não conseguimos. Mas dentro de todo o planejamento, a nossa fisioterapia está de parabéns. Nos devolveram o Moisés muito antes do determinado e agora já está em condição de recomeçar", completou.

Nos últimos dias, o atleta voltou a participar dos treinos normalmente com o restante do elenco e até mesmo carrinho ele já deu. É claro, no entanto, que ele ainda está longe de ter condições de ser titular. 

Moisés é o último dos pilares do eneacampeonato de 2016 que ainda não tiveram chance de voltar a jogar com Cuca. Gabriel Jesus foi para o Manchester City no fim do ano passado, enquanto Tchê Tchê virou reserva com o treinador nas últimas partidas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos