Goleiro Bruno visita instituição onde deve dar aulas de futebol em Varginha

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/ESPN

    Bruno com a camisa do Boa Esporte, em março

    Bruno com a camisa do Boa Esporte, em março

O goleiro Bruno, condenado a 22 anos de prisão pelo assassinato e a ocultação de cadáver de sua ex-amante Eliza Samudio, visitou na manhã desta segunda-feira (7) o Núcleo de Capacitação para a Paz (Nucap), instituição em Varginha (MG) onde ele passará a trabalhar. A ideia inicial é que ele dê aulas de futebol para crianças.

De acordo com reportagem da "EPTV", Bruno deixou o presídio e chegou ao Nucap antes das 6h30 da manhã. Foi direto à sala da coordenadora para discutir as diretrizes do trabalho e assinar a documentação necessárias. O goleiro cumprimentou pessoas e também conheceu a quadra de educação física do local.

A decisão judicial que permitiu que Bruno trabalhasse fora do presídio saiu na última quarta-feira (2) e foi expedida pela 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais de Varginha, que apontou o bom comportamento do ex-goleiro do Flamengo. Ele não terá contato com pessoas de fora da instituição durante o trabalho, com exceção de familiares próximos.

O Nucap é uma entidade que acolhe cerca de 60 crianças, filhos de condenados e de egressos do sistema prisional. A instituição foca na recuperação de pessoas condenadas e na reinserção social.

Bruno chegou a ficar fora da cadeia entre fevereiro e abril, após ter sua soltura determinada pelo ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal. Durante esse período, assinou contrato profissional com o Boa Esporte e jogou pelo clube, mas o mesmo STF determinou seu retorno à prisão dois meses depois.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos