Victor alcança feito que apenas outros 22 conseguiram pelo Atlético-MG

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Thomás Santos/AGIF

    Apesar do revés para o Grêmio, Victor comemora marca relevante pelo Atlético-MG

    Apesar do revés para o Grêmio, Victor comemora marca relevante pelo Atlético-MG

O resultado não foi o ideal. O Atlético-MG perdeu por 2 a 0 para o Grêmio, em Porto Alegre, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mas o jogo foi histórico para o goleiro Victor, que completou 300 partidas pelo clube mineiro. Um feito para poucos. Em 109 anos de história, apenas outros 22 atletas disputaram 300 ou mais partidas pelo Galo.

Marca importante para Victor, que tem seu nome ligado ao Atlético de uma maneira muito forte. Contratado em junho de 2012, a estreia em 8 de julho do mesmo ano, no triunfo por 2 a 0 sobre a Portuguesa, no Independência. Estádio em que o goleiro marcou seu nome na história do Atlético, ao defender o pênalti batido por Riascos, aos 47 minutos do segundo tempo, nas quartas de final da Copa Libertadores de 2013.

Um gol do Tijuana desclassificaria o time mineiro. O Atlético avançou à semifinal e conquistou o inédito título. E mais uma vez com destaque para Victor, que pegou pênaltis nas disputas com Newell's Old Boys e Olímpia. O goleiro também ganhou a Recopa de 2014, a Copa do Brasil de 2014 e três vezes o Campeonato Mineiro (2013, 2015 e 2017).

Foi atuando pelo Atlético, quase um ano após ser protagonista no título da Libertadores, que Victor foi chamado para defender a seleção brasileiro na Copa do Mundo de 2014. Um dos grandes objetivos do goleiro, que era o reserva de Júlio César no Mundial realizado no Brasil.

Lista ganhou novos nomes após 12 anos de intervalo

Victor completou 300 jogos exatamente uma semana depois do zagueiro Leonardo Silva. O capitão do Galo atingiu a marca no triunfo por 2 a 0 sobre o Coritiba, pela 17ª rodada do Brasileirão, no Couto Pereira. Antes deles, o último que havia passado de 300 jogos pelo Galo era o atacante Marques. Ídolo da torcida, que passou por clube em três oportunidades diferentes, numa história que se iniciou em 1997, Marques chegou aos 300 jogos em 2005.

Confira abaixo os jogadores que chegaram a 300 jogos pelo Atlético
João Leite – 684 jogos
Vanderlei Paiva – 559 jogos
Luisinho – 537 jogos
Vantuir – 507 jogos
Kafunga – 504 jogos
Paulo Roberto – 504 jogos
Grapete – 486 jogos
Reinaldo – 475 jogos
Afonso Silva – 464 jogos
Toninho Cerezo – 400 jogos
Paulo Isidoro – 399 jogos
Marques – 386 jogos
Heleno – 379 jogos
Éder Lopes – 378 jogos
Éder Aleixo – 368 jogos
Sérgio Araújo – 360 jogos
Jorge Valença – 333 jogos
Haroldo – 331 jogos
Willam – 330 jogos
Zé do Monte – 320 jogos
Leonardo Silva – 301 jogos
Danival – 300 jogos
Victor – 300 jogos

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos