Nenê pede para ser reintegrado no Vasco. Retorno dependerá de conversas

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Paulo Fernandes / Flickr do Vasco

    Nenê estava treinando em separado no Vasco após pedir desligamento

    Nenê estava treinando em separado no Vasco após pedir desligamento

Em entrevista coletiva nesta terça-feira em São Januário, o vice-presidente de futebol do Vasco, Eurico Brandão, informou que o meia Nenê pediu para ser reintegrado ao elenco. Seu retorno, porém, dependerá de uma conversa antes com o técnico Milton Mendes e com os demais jogadores da equipe.

"Quem tirou o Nenê do time foi o Nenê. Ele pediu para não jogar. Ele pediu para rescindir o contrato", ressaltou "Euriquinho".

O jogador havia pedido para não enfrentar o São Paulo, dia 19 de julho, por ter propostas para deixar o clube. Tais ofertas não se concretizaram e ele passou a treinar em horários alternativos em São Januário. Euriquinho, no entanto, revelou que negociações aconteceram.

"Ele apresentou uma proposta de um clube espanhol que não avançou, depois houve proposta de um clube italiano. O atleta estava fora do time porque queria rescindir o contrato. Agora não há proposta e solicita que retorne ao grupo", explicou.

Apesar de demonstrar flexibilidade com a mudança de postura de Nenê, Eurico Brandão deixou claro que o meia terá que cumprir à risca a cartilha do clube:

"O atleta não só vai precisar ter a vontade de retornar, mas vai ter que ter mudança comportamental. Jogador não deve reclamar de ser substituído, tem que entender que pode jogar ou não. Mas vamos resolver internamente".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos