Ex-Barcelona, Rafa Márquez é investigado por ligação com o narcotráfico

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / FRANCK FIFE

    Rafa Márquez em ação pelo México na Copa das Confederações de 2017

    Rafa Márquez em ação pelo México na Copa das Confederações de 2017

O zagueiro Rafa Márquez, da seleção mexicana, foi incluído em uma lista de pessoas ligadas  ao narcotráfico. A relação de nomes foi divulgada pelo Departamento de Tesouro dos Estados Unidos e contém mais de 20 nomes.

O nome de Rafa Márquez, que atualmente defende o Atlas, aparece como suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas na rede liderada pelo narcotraficante Raúl Flores.

A presença do zagueiro na lista de suspeitos não ocasionará, por enquanto, punições penais. Por enquanto, Rafa Márquez terá seu visto norte-americano cancelado, o congelamento de suas contas e propriedades nos Estados Unidos e a proibição de qualquer empresa dos EUA de fazer qualquer tipo de negócios com ele.

O jogador tem quatro propriedades e nove empresas que são apontadas pelo Departamento de Tesouro norte-americano de lavagem de dinheiro do tráfico. Entre as empresas está uma escolinha de futebol.

Raúl Flores é líder de uma organização de trágico de drogas formada em sua maioria por membros de sua família. Segundo o departamento dos EUA, a rede opera há décadas.
Rafa Márquez é um dos jogadores com mais conquistas no México e tem passagem pelo Barcelona, clube que defendeu entre 2003 e 2010. O zagueiro estava no grupo da seleção mexicana que jogou a Copa das Confederações de 2017.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos