Quadro não evolui e Dedé será afastado de qualquer atividade no Cruzeiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Geraldo Bubniak/Cruzeiro

    Sem evolução, zagueiro já está afastado das atividades que vinha fazendo na Toca

    Sem evolução, zagueiro já está afastado das atividades que vinha fazendo na Toca

Depois de passar por uma ressonância magnética no início da semana que constatou a continuação do edema ósseo no joelho esquerdo, o zagueiro Dedé foi afastado de qualquer tipo de atividade no Cruzeiro. A medida foi tomada pelo departamento médico do clube até que o quadro clínico do atleta apresente melhora. Assim, Dedé segue sem previsão sequer de retornar aos treinos.

O atual problema de Dedé teve início no dia 28 de maio. Substituído na partida contra o Santos, o zagueiro foi diagnosticado nos dias seguintes e iniciou o tratamento, em princípio, com previsão de retorno de até seis semanas. Passados mais de dois meses, o jogador fazia fisioterapia e realizava alguns trabalhos leves na Toca da Raposa durante as últimas semanas, atividades agora interrompidas.

Criticado recentemente por alguns torcedores, Dedé chegou a utilizar as redes sociais para desabafar sobre sua série de lesões e dizer que não estava acomodado com o momento conturbado na carreira.

O calvário de Dedé para se livrar das lesões começou há quase três anos. No final de 2014, o jogador iniciou o primeiro de dois longos períodos em recuperação por causa de uma contusão grave no joelho direito. Depois de 14 meses, o zagueiro retornou aos campos, mas voltou a se machucar em 2016, parando por 13 meses e retornando somente neste primeiro semestre de 2017.

Ao todo, o Mito participou de 98 jogos com a camisa do Cruzeiro, marcou nove gols e conquistou o bicampeonato brasileiro de 2013/14, além de um Mineiro em 2014.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos