São Paulo decide afastar Cícero, que fica livre para procurar novo clube

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Mauro Horita/Estadão Conteúdo

    Cícero disputou 32 jogos no retorno ao São Paulo

    Cícero disputou 32 jogos no retorno ao São Paulo

O São Paulo decidiu afastar o volante Cícero do elenco principal. O jogador treinará em horários alternativos no CT da Barra Funda até encontrar novo clube. Comissão técnica e diretoria chegaram juntas à decisão, comunicada ao atleta na noite da última terça-feira. A segunda passagem pelo Tricolor começou em janeiro, a pedido do então técnico Rogério Ceni.

Dorival Júnior, que só havia usado Cícero apenas uma vez, entrou em consenso com os dirigentes para que o volante não participasse mais da rotina com o grupo principal. Depois do consenso, o camisa 8 foi chamado para reunião e não colocou obstáculos para a sentença. O contrato com o clube paulista termina somente no fim de 2018.

Em horários alternativos, até encontrar um novo time, Cícero treinará com a companhia do zagueiro Lucão, também afastado e à espera de propostas. Outros atletas, que estouraram limite para atuar na base ou que retornaram de empréstimos, completam essas sessões de treinamento. 

Cícero chegou para a segunda passagem pelo São Paulo sem custos e com parte do salário bancado pelo Fluminense, que decidiu rescindir com o jogador pelos altos vencimentos. Pouco antes da saída de Ceni, o volante viu conselheiros e dirigentes reclamarem de suposta falta de compromisso. Foram quatro gols e uma assistência em 32 partidas, sendo a última no empate em 1 a 1 com o Grêmio na 16ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Outro atleta que deve sair em breve é Wesley, que pode jogar no Oriente Médio

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos