Bruno Henrique revela sondagem do São Paulo e sonha em voltar à Europa

Do UOL, em Santos (SP)

  • Marcello Zambrana/AGIF

    Bruno Henrique comemora gol durante partida contra o Atletico-PR

    Bruno Henrique comemora gol durante partida contra o Atletico-PR

Já são 13 gols na temporada, o último deles na vitória que colocou o Santos nas quartas de final da Libertadores na última quinta-feira (10), contra o Atlético-PR, por 1 a 0. Artilheiro da equipe da Baixada Santista na temporada, Bruno Henrique admite viver sua 'melhor fase', o que acabou provocando, inclusive, o interesse de um rival: o São Paulo.

De acordo com entrevista concedida pelo atacante ao canal Fox Sports, nesta sexta-feira (11), o clube do Morumbi ficou interessado em seu futebol. Porém, ele deu preferência ao atual clube. "Tive a sondagem também do time do São Paulo, mas preferi estar aqui no Santos pela identificação com o time, que já me identificava muito. Estou muito feliz aqui hoje", disse.

"Estou em meu melhor momento no Santos. Estou muito feliz, sou o artilheiro do time. Pode-se dizer sim que estou no meu melhor momento, fazendo gol, ajudando a equipe da melhor maneira possível", acrescentou o atacante, que marcou seis gols nos últimos seis jogos.

Jogo contra Atlético-PR serviu de lição

Pressionado pelo Atlético-PR em plena Vila Belmiro, o Santos viu o adversário se impor e exigir inúmeras defesas do goleiro Vanderlei, grande nome da partida. Para Bruno Henrique, foi algo semelhante ao que o time alvinegro fez na partida de ida, quando ganhou por 3 a 2.

"Não ganhamos só ontem, mas acho que ganhamos em Curitiba. O que a gente fez lá, eles fizeram aqui com a gente. Jogamos melhor lá, buscamos resultado, buscamos o gol o tempo todo. O que a gente fez lá eles fizeram aqui com a gente", analisou o atacante, que ainda negou o rótulo de 'time sem alma' do Santos e já comentou sobre o duelo de quartas de final da Libertadores, contra o Barcelona de Guayaquil.

"Acho que não. Campeonato muito difícil, que é a Libertadores, todo mundo sabe que é muito difícil, não pode dar brecha. A gente suportou bem ali, conseguiu com a ajuda do nosso goleiro mais uma vez, trave também ajudou bastante. Postura bem diferente, mas serviu de lição para a gente fazer um grande jogo contra o Barcelona que nem a gente vez lá contra o Atlético-PR", acrescentou.

Ainda sonha em voltar à Europa

Com passagem sem sucesso pelo Wolfsburg, da Alemanha, clube que defendeu antes de se transferir para o Santos, Bruno Henrique ainda sonha em fazer sucesso no Velho Continente.

"Sonho sim. Não tive tanto sucesso quanto queria na Alemanha. Ficou muita coisa de aprendizado. Todo jogador sonha em jogar na Europa, fazer uma grande carreira na Europa, e comigo não é diferente. Quem sabe não posso em um futuro próximo estar retornando para a Europa", completou Bruno Henrique.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos