Como empresário de CR7 "dá as cartas" em clube da Inglaterra

Do UOL, em São Paulo

  • Jack Taylor / AFP

    Jorge Mendes é parceiro em negócios da empresa que comprou o Wolverhampton

    Jorge Mendes é parceiro em negócios da empresa que comprou o Wolverhampton

A influência do superagente Jorge Mendes em alguns clubes de futebol é conhecida. E sua bola da vez agora é o Wolverhampton Wanderers. Mas como e por que o empresário de Cristiano Ronaldo tem interesse no time da segunda divisão inglesa? Como: ele é parceiro do grupo chinês que comprou o clube. Por quê? Para ampliar seus negócios no poderoso e milionário futebol inglês.

A presença de seis jogadores portugueses e do treinador lusitano Nuno Espírito Santo deixa claro o poder de Mendes no time. Espírito Santo, inclusive, é amigo antigo do empresário e foi seu primeiro cliente. O zagueiro francês Willy Boly é outro de seus agenciados.

Para o Wolverhampton, a estratégia é simples. O Fosun é um conglomerado chinês que investiu US$ 60 milhões (cerca de R$ 180 milhões) na compra do clube, além de disponibilizar mais um volume considerável de dinheiro para contratações. E para atrair bons jogadores à segunda divisão inglesa, recorreu à influência de Jorge Mendes.

Os Wolves, como são conhecidos, têm tradição, uma marca forte e uma torcida importante. Foram campeões do Inglês três vezes na década de 1950, mas depois se acostumaram ao sobe-e-desce de divisões. Entre 2009 e 2012, ficaram na elite. Depois, despencaram para a terceira divisão, mas estão novamente na segunda.

Michael Regan/Getty Images
Português Cavaleiro comemora gol em vitória sobre o Leicester em amistoso

Para uma torcida ansiosa em reviver momentos gloriosos, a chegada do grupo chinês representa esperança. Para Jorge Mendes, empresário de nomes como Cristiano Ronaldo, Di María e José Mourinho, a parceria representa um importante balcão de negócios.

O Wolverhampton bateu o recorde de contratação mais cara da segunda divisão inglesa ao gastar cerca de 18 milhões de libras (aproximadamente R$ 70 milhões) no português Rúben Neves. Outro português de destaque é Diogo Jota, atacante do Atlético de Madri que estava emprestado ao Porto, outros dois clubes em que Jorge Mendes tem grande influência.

"Eu queria jogar aqui. Todo mundo sonha em jogar na Inglaterra e em disputar o Campeonato Inglês", resumiu Jota.

A parceria entre Jorge Mendes e os chineses do Fosun vai além do Wolverhampton. Uma subsidiária da Fosun tem fatia da Gestifute, a holding do empresário português. A liga inglesa já declarou que o acordo não interfere nas regras do campeonato. E a diretoria do Wolverhampton assegura que Mendes não gerencia as contratações do clube, é apenas um importante aliado.

A torcida já mostra otimismo para a próxima temporada com os primeiros sinais dados em campo pelo time. Em um amistoso preparatório, o Wolverhampton venceu por 1 a 0 o amistoso contra o Leicester City, campeão inglês de 2016. Ivan Cavaleiro fez o gol após jogada criada por Diogo Jota. De português para português no futebol inglês.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos