Destaques do BR, Taison, Giuliano: Tite vê primeiras "cornetas" na seleção

Do UOL, no Rio de Janeiro

Unanimidade na seleção brasileira, Tite ouviu as primeiras "cornetas" por conta de decisões à frente da equipe. Após a convocação da última quinta-feira (10), comentaristas, críticos e torcedores demonstraram não concordar com algumas opções do treinador na lista para os jogos contra Equador e Colômbia, nos próximos dias 31 e 5.

Ainda que de maneira ponderada e sem gerar questionamentos ao que é feito dentro de campo, a ausência de alguns destaques do Campeonato Brasileiro, somadas à presença de nomes em baixa do exterior, geraram um movimento inédito em pouco mais de um ano de Tite à frente da seleção.

Além dos protestos naturais de torcedores dos times envolvidos, outros fãs de futebol questionavam decisões no gol, na zaga e no ataque da equipe. As ausências de Vanderlei, do Santos, Pedro Geromel, do Grêmio, e Jô, do Corinthians. A convocação de Giuliano, do Zenit, que está sem espaço no clube atualmente, e Taison, do Shaktar Donetsk, aumentaram o coro.

E Tite tratou de esclarecer qualquer critério antes mesmo de divulgar a lista. "Uma explicação: Aqui levamos em conta o passado do atleta dentro do seu clube e da seleção, o presente, que é seu momento e o futuro, as perspectivas. A partir do momento que nos classificamos, projeção futura para a Copa. Esses três itens são extremamente significativos", disse, tão logo assumiu o microfone do auditório da CBF.

"Clamor popular, assim como o de vocês da imprensa, a gente ouve, mas tenta dentro dos critérios ver o que é melhor para a Seleção, completou.

O técnico ainda esclareceu a situação específica de Giuliano, valorizando o que foi feito quando acionado em momentos difíceis.

"Ele [Giuliano] e Coutinho entraram num momento difícil contra a Colômbia, e nós fizemos o 2 a 1 com a contribuição dele. A participação contra a Bolívia também foi muito boa. Ele foi o maior artilheiro da Europa League, junto com o Dzeko. Está num momento de reconduzir sua situação, num período que está se reajustando", comentou.

Sobre os nomes que atuam no Brasil e acabaram preteridos, a comissão técnica explicou que a boa forma dos "europeus" no início de temporada acabou evitando uma lista mais caseira desta vez.

Os destaques do Campeonato Brasileiro "esquecidos" desta vez, no entanto, podem surgir nas próximas convocações – serão três até a divulgação da lista final para a Copa do Mundo de 2018.

"Não tem nada fechado. Não posso fechar portas para nomes que estão se destacando. Eu não posso abrir mão do Diego Souza, do Gil, de Felipe, de Diego, de Douglas Costa, Rodriguinho... Todos esses jogadores estão em altíssimo nível. Éverton Ribeiro voltou e estou acompanhando", comentou, revelando ainda outros nomes observados nos 189 jogos acompanhados in loco pela comissão técnica.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos