Neymar tem seu ídolo no vestiário do PSG. E ele não é brasileiro

João Henrique Marques

Do UOL, em Paris

  • Xinhua/Hollandse-Hoogte/ZUMAPRESS

    Verratti em uma disputa de bola com Neymar em duelo pela Liga dos Campeões

    Verratti em uma disputa de bola com Neymar em duelo pela Liga dos Campeões

A pergunta a Neymar foi clara: "sabemos que você foi jogar no Barcelona pela admiração ao Messi. E no PSG, qual a sua referência? " A resposta do atacante foi inicialmente se referindo ao elenco. Até que o discurso ganhou um destaque.
"Eu sou muito fã do Verratti", disse na entrevista coletiva de apresentação no PSG.

O meio campo italiano foi o único jogador citado no discurso do brasileiro sobre o time. Nada de referências aos amigos Daniel Alves, Thiago Silva, Marquinhos ou Lucas Moura. De fato, Neymar virou fã do futebol de Verratti.

No primeiro confronto entre eles, na fase de grupos da Liga dos Campeões da edição 2014-2015, O PSG venceu o Barcelona por 3 a 2, em Paris, tendo Verratti marcado um dos gols do time francês. Neymar, que também deixou sua marca com um gol, pediu a camisa do italiano na saída do campo.

A idolatria foi intensificada pouco depois com as opiniões dos próprios brasileiros do PSG. De Thiago Silva e Marquinhos ouvia que Verratti era o melhor meio campo em atividade.

"Sempre tive boas referências dele e fui constatar como era bom nos duelos que tivemos. Quero que ele venha jogar com a gente aqui no Barcelona", comentou Neymar em junho. Época em que a contratação do italiano era vista como prioridade no Barça.

Logo Neymar mudou de lado. Durante as negociações com o PSG pedia informações da situação de Verratti. A garantia passada no clube era de que o italiano, sem multa rescisória contratual, não seria vendido por nenhum valor.  

Na visão do Barcelona, Verratti era o substituto ideal para Iniesta. Só que uma proposta de 100 milhões de euros pelo italiano foi recusada pelo PSG. Para alegria de Neymar.

Verratti compara Neymar a Messi

O meio campo italiano foi o primeiro jogador do PSG a falar sobre a chegada de Neymar. O discurso empolgado deixou claro que a idolatria é reciproca.

"Neymar adicionou uma nova dimensão ao seu jogo neste ano. Agora, ele está no mesmo nível de Messi. Ele será um dos gigantes no futuro", disse.

"Por aqui estamos todos empolgados. Vimos o poder de decisão dele como nos 6 a 1 contra nós na Liga dos Campeões e confiamos que vai nos ajudar muito em busca dos nossos objetivos", complementou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos