Gilberto se defende após pênalti duvidoso: "Ninguém é feito de elástico"

Do UOL

Em São Paulo

  • Rubens Chiri/São Paulo FC

    Gilberto, atacante do São Paulo na partida contra o Cruzeiro

    Gilberto, atacante do São Paulo na partida contra o Cruzeiro

Para o atacante Gilberto, o pênalti duvidoso que sofreu aos 34 minuto do segundo tempo na partida entre São Paulo e Cruzeiro de fato aconteceu: "Foi pênalti sim. Ninguém é feito de elástico", disse o atacante em entrevista à Rádio Globo após a partida. Gilberto se defendeu: "Ele (Ezequiel) me deslocou o quadril e eu desmontei meu corpo, claro". Após o lance, Hernanes cobrou e virou a partida para a equipe do Morumbi, que venceu por 3 a 2.

Questionado se poderá substituir o suspenso Lucas Pratto na próxima partida diante do Avaí, em Florianópolis, Gilberto se colocou à disposição: "Se o Dorival optar por mim, estarei lá para ajudar o time. Eles [torcedores] sabem que podem confiar em mim, e eu confio nessa entrega que eu dou e que eles dão por mim também", pontuou.

Destaque da vitória com dois gols e um assistência, o meia Hernanes não quis o rótulo de melhor jogador da partida. Além de pedir pés no chão, ele dedicou a vitória à torcida: "A gente tem que saber as nossas limitações. O torcedor merece. Se saísse daqui frustrado mais uma vez, não sei qual sentimento eu iria ter. O torcedor merece e essa vitória é para eles". 

Gilberto sofre pênalti duvidoso. Hernanes marca e vira para o São Paulo

Hernanes brilha, SP vence o Cruzeiro na marra e sai da zona da degola

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos