Grafite é apresentado, foca reação na Série B e quer reestrear em 10 dias

Roberto Oliveira

Colaboração para o UOL, em Recife

  • Roberto Oliveira/UOL

    Grafite disse que não sabe se estará apto a estrear contra o Guarani, no próximo sábado (19)

    Grafite disse que não sabe se estará apto a estrear contra o Guarani, no próximo sábado (19)

Ele voltou! Um dos maiores ídolos da história recente do Santa Cruz, Grafite foi apresentado para sua quarta passagem pelo Arruda na tarde desta segunda-feira (14).

No retorno ao Santa após oito meses, Grafite colocou como meta a reação na Série B, tendo em vista o acesso à primeira divisão. No ano passado, ele marcou 13 gols no Brasileirão, mas a equipe acabou rebaixada. 

"Para pensar em acesso, temos que sair dessa zona que estamos. Nós somos o primeiro time fora da zona [de rebaixamento], mas não tão longe da zona de acesso. Não é uma diferença tão grande, mas pra pensar em acesso temos que sair dessa situação", destacou o atacante de 38 anos.

Sem jogar futebol desde que rescindiu com o Atlético-PR, no dia 7 de julho, Grafite disse que procurou manter a forma física durante este hiato e acrescentou que espera estar apto a reestrear em 10 dias.

"Depois que rescindi com o Atlético-PR, parei durante 12, 13 dias e viajei pra Dubai. Retornei há 3 semanas e retomei a parte física, desde que voltei pra Recife estou treinando na academia. Vou sentir falta de ritmo de jogo, não treinava com bola há um mês, mas na sexta me senti bem, já cheguei fazendo coletivo. Acho que nos próximos 10 dias vou ter condições de atuar, não sei se vou conseguir jogar contra o Guarani."

Quando deixou o Atlético-PR, Grafite chegou a cogitar a aposentadoria. Segundo ele, este é um tema presente desde o ano passado, mas a boa temporada de 2016 o fez repensar. Agora, ele quer retomar a boa forma no Santa - após passagem apagada pelo Furacão - e não descarta estender mais uma vez a aposentadoria. 

"Ano passado eu tinha isso [aposentadoria] em mente. Mas mesmo com ao rebaixamento, fui vice artilheiro do campeonato, do Brasil, e surgiu a proposta do Atlético-PR, de jogar a Libertadores novamente. Se eu conseguir repetir a boa fase, a gente pode pensar numa continuação. Nessa parada fiquei refletindo bastante, apareceram alguns projetos pós futebol. A tendência [é jogar] ate o fim do ano, vou definir se vou parar ou não, mas dependendo da performance, posso estender até 2018", explicou. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos