Nem precisou de CR7: Real domina de novo, bate Barça e vence a Supercopa

Do UOL, em São Paulo

Com superioridade incontestável nos dois jogos, o Real Madrid é o campeão da Supercopa da Espanha de 2017. Nesta quarta-feira (16), no Santiago Bernabéu, o time da capital nem precisou do astro Cristiano Ronaldo, suspenso, para dominar o Barcelona novamente e construir outra vitória sólida, desta vez por 2 a 0, depois dos 3 a 1 já conquistados na partida de ida no Camp Nou.

Asensio e Benzema marcaram os gols do time madrileno, que sufocou o Barça e, principalmente no primeiro tempo, quando construiu o placar, mal deixou a bola chegar ao ataque formado por Lionel Messi e Luis Suárez. Com jogo coletivo afinado, o time de Zinedine Zidane mostrou por que é o atual bicampeão europeu. Esse também foi o segundo título da Supercopa da Espanha conquistado pelo clube da capital.

Os dois rivais voltam a campo neste domingo (20), pela primeira rodada do Campeonato Espanhol. O Real vai visitar o Deportivo La Coruña, enquanto o Barcelona receberá o Betis.

Começo arrasador do Real

Juan Medina/Reuters

Mesmo com jogadores considerados reservas, como Kovacic, Asensio e Lucas Vázquez, o Real foi soberano desde o início. O meio-campo comandado por Kroos e Modric conseguia sair facilmente da pressão do Barça, acionar os atacantes e cortar a troca de passes do time catalão. Para completar, logo aos 5 minutos, Asensio arriscou de longe e fez um golaço, complicando ainda mais a tarefa do Barcelona.

Messi e Suárez somem no 1º tempo

Sergio Pérez/Reuters

Desta vez, o técnico Ernesto Valverde não tentou colocar Deulofeu na vaga que era de Neymar, pela esquerda do ataque. Preferiu mudar o sistema: ao invés de três atacantes, apostou em três zagueiros, dois alas e três meio-campistas para acionar Messi e Suárez na frente. Mas os dois astros do Barça viram o time ser sufocado, receberam poucas bolas em zonas perigosas e acabaram não participando o suficiente. Na melhor chance, Messi saiu na cara de Keylor Navas, mas errou ao tentar driblar o goleiro e perdeu a bola.

Benzema amplia a vantagem

Juan Medina/Reuters

No final do primeiro tempo, Benzema aproveitou vacilo de Umtiti para fazer o segundo do Real e deixar o time com a mão na taça. Marcelo cruzou da esquerda e o atacante francês antecipou o zagueiro do Barça antes de fuzilar de perna esquerda.

Modric dá chapéu humilhante em André Gomes

Um lance no primeiro tempo simbolizou a superioridade do Real: Modric recebeu uma inversão de jogo de Marcelo, dominou na coxa com categoria e, sem deixar a bola cair no chão, girou dando um chapéu para escapar da marcação de André Gomes. A torcida no Bernabéu aplaudiu bastante o lance.

Barça muda e melhora, mas peca na pontaria

Juan Medina/Reuters

Valverde voltou do intervalo com o mesmo time, mas logo aos 5 minutos do segundo tempo já mexeu. Saiu Piqué e entrou o lateral Semedo, deixando o Barcelona com uma linha de quatro defensores. O time imediatamente melhorou, com Sergi Roberto e André Gomes ajudando a conter o Real Madrid pelos lados, e Messi quase diminuiu ao escapar pela esquerda e chuta forte no travessão. Suárez ainda perdeu um gol incrível após rebote de chute de Messi, ao cabecear na trave, sem goleiro.

Torcida do Real protesta por CR7

Sergio Pérez/Reuters

Aos sete minutos de jogo, com o placar já apontando 1 a 0, a torcida do Real Madrid protestou contra a suspensão de Cristiano Ronaldo. O português foi expulso por simulação no jogo de ida, empurrou o árbitro ao reclamar e acabou pegando cinco jogos de gancho da federação espanhola. Nesta quarta, ele assistiu à vitória do Real nos camarotes do Bernabéu.

FICHA TÉCNICA

Real Madrid 2 x 0 Barcelona

Local: Estádio Santiago Bernabéu, Madri (Espanha)
Data: 16/08/2017
Horário: 18h (de Brasília)

Gols: Asensio, aos 5, e Benzema, aos 38 minutos do 1º tempo
Cartões amarelos: Suárez e Mascherano (Barcelona)

Real Madrid: Navas; Carvajal, Varane, Sergio Ramos e Marcelo; Modric, Kovacic (Casemiro) e Kroos (Ceballos); Lucas Vázquez, Benzema e Asensio (Theo Hernández). Técnico: Zinedine Zidane

Barcelona: Ter Stegen; Mascherano, Piqué (Semedo) e Umtiti; Sergi Roberto, Rakitic, Busquets, André Gomes (Deulofeu) e Jordi Alba (Digne); Messi e Suárez. Técnico: Ernesto Valverde

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos