Grêmio dá prazo para resolver futuro de Bolaños; empréstimo é possível

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Grêmio

    Bolaños comemora gol do Grêmio na vitória sobre o Veranópolis

    Bolaños comemora gol do Grêmio na vitória sobre o Veranópolis

O Grêmio quer definir a situação de Miller Bolaños nos próximos dias. De acordo com o presidente Romildo Bolzan Jr., o clube gaúcho já falou com o jogador e terá novas reuniões sobre o tema ao longo da semana. A saída por empréstimo não está descartada.

"Nesta semana nós vamos definir a situação", resumiu Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio.

Na semana passada, Bolaños pediu para não ser relacionado e sobrou do jogo diante do Atlético-PR. Alegando não estar bem psicologicamente.

Quase ao mesmo tempo, o Tijuana-MEX declarou publicamente que se movimenta em busca do jogador.

"O Grêmio gostaria de contar com ele. Na plenitude de sua forma física, técnica. Se não for possível, por vontade do jogador, duas situações vão ter que ser vistas. Primeiro, se ele quiser realmente se transferir o Grêmio não pode ficar no prejuízo. Vamos tratar o tema de maneira muito profissional. Segundo, se for uma situação transitória a ponto dele sair e se recuperar, podendo voltar depois, vamos examinar também", disse Bolzan Jr.

O Grêmio afirma que não recebeu nenhuma proposta oficial por Miller Bolaños. E pretende conversar com o estafe do jogador nesta semana em busca de um acordo: pela permanência ou saída.

"Não sabemos o que vai acontecer e colocamos nesse nível porque me parece que ele tem colocado assim, com a possibilidade de sair", comentou o presidente do Grêmio. "Até agora nada de concreto chegou", completou depois.

Miller Bolaños, 27 anos, chegou ao Grêmio no começo do ano passado egresso do Emelec, do Equador. Contratado por cerca de R$ 20 milhões, ele sofreu fratura na mandíbula após lance em Gre-Nal do Gauchão e voltou apenas no segundo semestre.

No começo deste ano, entrou no time titular após lesão de Douglas e fez bom Campeonato Gaúcho. Uma lesão na coxa o tirou da equipe e após dois meses de recuperação, apresentou quadro de pubalgia. Desde então, não atua mais com regularidade.

A condição extracampo irritou os dirigentes e fez o clube, em uma das últimas tentativas de recuperação, liberar o atleta para viajar ao Equador. Após quase um semana fora de Porto Alegre, o camisa 23 voltou e mesmo assim não regressou aos jogos. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos