Argentina empata com Uruguai, mas se mantém em quinto com ajuda do Brasil

Do UOL, em São Paulo

  • Natacha Pisarenko/AFP

Nem Uruguai, nem Argentina aproveitaram a oportunidade de subir na classificação das eliminatórias da América do Sul para a Copa de 2018. Em duelo válido pela 15ª rodada do torneio, uruguaios e argentinos empataram por 0 a 0 no Estádio Centenário, em Montevidéu, em uma partida que ficou marcada pelo baixo nível técnico - apesar da presença dos craques Messi e Suárez.

O resultado não é bom para nenhuma das seleções. O Uruguai foi aos 24 pontos e subiu para a terceira posição graças à derrota do Chile (23 pontos) para o Paraguai, porém viu os paraguaios se aproximarem na tabela (21 pontos). A Argentina segue em quinto, com 23 pontos, graças à vitória do Brasil sobre o Equador, que assumiria a quinta colocação em caso de vitória.

O próximo compromisso dos uruguaios é na terça-feira (5), às 20h (de Brasília) contra o Paraguai no Defensores del Chaco, em Assunção. A Argentina recebe a lanterna Venezuela no Monumental de Núñez na mesma data, às 20h30. 

Andres Stapff/Reuters

Participativo, Messi é o melhor em campo

Com liberdade para flutuar em campo, Lionel Messi foi bastante participativo no Centenário. O camisa 10 argentino apareceu escalado pela ponta direita do ataque, mas na prática se movimentou na faixa central e chegou até a recuar para buscar a bola na defesa - com resultado questionável. Logo aos 9min, o craque errou passe na intermediária defensiva que resultou em um lance de perigo após cruzamento de Suárez. Depois, porém, o atacante cresceu em campo, chamando responsabilidade na criação e finalizando com perigo - aos 40min, Muslera evitou que do placar fosse aberto por Messi. O Uruguai tentou pará-lo com violência, mas isso não evitou que o craque desse suas tradicionais arrancadas.

Andres Stapff/Reuters

Uruguai mostra raça, mas peca na técnica

Apoiada pela torcida, a seleção uruguaia começou o confronto com os argentinos com excesso de vontade, pressionando a saída de bola dos rivais e povoando a intermediária ofensiva. Apesar da postura ousada, os comandados de Tabárez tiveram dificuldade na criação e mal ameaçaram a meta de Romero. O Uruguai chegou com perigo em erros da Argentina – Suárez, por exemplo, quase marcou do meio campo após interceptar um passe e arriscar de longe. O comportamento dos anfitriões foi o mesmo durante toda partida, apresentando o mesmo futebol limitado na etapa complementar, marcada pelas entradas duras dos meio-campistas uruguaios e não por belos lances no ataque de Suárez e Cavani.

Carlos Pazos/Reuters

Titular, Suárez deixa o campo com dores

A presença de Luis Suárez não era certa para o duelo contra os argentinos, pois o atacante se recuperava de uma lesão no joelho adquirida na Supercopa da Espanha, no último dia 16. A expectativa era de um mês fora dos gramados, mas o camisa 9 voltou na metade do tempo. No entanto, apesar de iniciar o jogo pelo Uruguai, o atacante sentiu o físico ao longo de toda a partida e acabou substituído aos 37min do segundo tempo. Ao deixar o gramado, acusou um incômodo muscular, apontando para a panturrilha. Apesar das dores, o jogador saiu de campo caminhando normalmente.

Desorganizada, Argentina recorre ao talento

Escalada em um 3-4-3, sem laterais ou alas, a equipe de Jorge Sampaoli se mostrou confusa no início da partida. A defesa formada por Mercado, Fazio e Otamendi teve dificuldades na saída de bola e aparentou insegurança contra o ataque rival, mas aguentou a pressão inicial e melhorou com o decorrer do primeiro tempo. Mais qualificada tecnicamente, a Argentina foi melhor que os donos da casa na construção de jogadas, porém a desorganização apresentada pelo impediu que o bom desempenho fosse regular. 

 

Carlos Pazos/Reuters

Campanha pela Copa do Mundo de 2030

Antes do apito inicial, Luis Suárez e Lionel Messi se uniram no centro do gramado do Centenário para promover a campanha unificada da Argentina e do Uruguai pela Copa do Mundo de 2030. Os países querem fazer como Coreia do Sul e Japão em 2002, dividindo a responsabilidade de sediar um mundial de futebol. Os craques sul-americanos do Barcelona entraram em campo com camisetas que estampavam os números 20 e 30, posando um ao lado do outro para dar visibilidade à campanha.

Ficha Técnica

Uruguai 0 x 0 Argentina

Data: 31 de agosto de 2017
Hora: 20h (de Brasília)
Local: Estádio Centenário, em Montevidéu (Uruguai)

Uruguai: Muslera, Cáceres, Giménez, Godín e Gastón Silva; Nández, Vecino, Álvaro González (Corujo) e Cristian Rodríguez; Cavani e Suárez (Stuani). Técnico: Óscar Tabárez.

Argentina: Romero, Mercado, Fazio, Otamendi; Acuña (Acosta); Biglia, Pizarro e Di María (Correa); Lionel Messi, Mauro Icardi e Paulo Dybala (Pastore). Técnico: Jorge Sampaoli.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos