À espera de Philippe Coutinho, Barça vive dia D no fim da janela

Do UOL, em São Paulo

  • P. Coutinho em ação pelo Liverpool; meia é grande desejo do Barcelona para a janela

    P. Coutinho em ação pelo Liverpool; meia é grande desejo do Barcelona para a janela

Novo treinador, reforços pontuais e dois dos melhores jogadores do mundo lado a lado. O Barcelona começou a temporada 2017/2018 com altas expectativas de conquistas, mas a janela de transferências da Europa está dando mais calafrios do que alegrias à torcida catalã.

Mesmo tendo enchido os cofres do clube, a venda de Neymar ao Paris Saint-Germain por 222 milhões de euros não estava nos planos da comissão técnica, que viu a necessidade de encontrar um substituto para o brasileiro sem planejamento e com menos de um mês para o prazo de contratações se encerrar.

A principal aposta, Philippe Coutinho, segue ameaçada pelo jogo duro do Liverpool. Dembele chegou do Dortmund, assim como Paulinho e outros jogadores que não encheram os olhos da torcida. Com o time em baixa na disputa com o Real Madrid e Messi ainda com o futuro indefinido, o sucesso catalão na temporada passa, ao menos em parte, pelo desempenho da diretoria nesta sexta, até as 18h, quando a janela espanhola vai se fechar. 

Mercado da bola frustrante

Tirando o português Nelson Semedo, que foi contratado por 30 milhões de euros com status de titular para a lateral-direita, as chegadas do próprio Deulofeu e do volante Paulinho por incríveis 40 milhões de euros do futebol chinês deixaram os torcedores insatisfeitos. Além disso, a situação contratual de Messi, que ainda não assinou sua renovação até 2021 com o Barcelona, também causa calafrios na diretoria.

Philippe Coutinho, que já era um desejo do clube antes da saída de Neymar para disputar posição com Andrés Iniesta, se tornou o grande objetivo do Barcelona no mercado também pela possibilidade do meia do Liverpool jogar aberto pela ponta esquerda. O problema é que as propostas feitas, que alcançariam 130 milhões de euros com cláusulas de desempenho, não foram suficientes para convencer o técnico Jürgen Klopp e os donos do Liverpool.

Com a recusa do clube inglês em vender o brasileiro, o clube foi atrás de Oussama Dembélé, e pagou 105 milhões de euros ao Borussia Dortmund pelo jogador de apenas 20 anos. Foi a segunda maior transferência da história, atrás apenas da negociação que levou Neymar ao PSG. Em um mercado inflacionado, o jovem francês acabou ganhando mais destaque do que teria em outros tempos. Inexperiente e acostumado a atuar pelo lado direito do campo, Dembele não preenche totalmente o vácuo deixado por Neymar, e por isso o clube ainda busca mais uma contratação para o ataque.

Coutinho: um sonho quase impossível

O sonho do Barcelona em ficar com Coutinho chega às últimas horas sem, até o momento, perspectivas de mudança. Apesar da insistência dos agentes Kia Joorabchian e Giuliano Bertolucci, há semanas, o Liverpool não mostra qualquer flexibilidade.

Mesmo sem adquirir o francês Thomas Lemar, do Monaco, o plano desde o início foi manter o principal jogador da última temporada e camisa 10. Amparados pela renovação de contrato feita no início do ano, e no fato de não haver multa prevista para rescisão, os donos do Liverpool recusaram ao menos três ofertas do Barça, além de um pedido pessoal de transferência feito por Coutinho.

Apesar de rumores de que o Barcelona apresentaria uma oferta final de 160 milhões de euros, o Liverpool não deve rever sua posição. Especialmente com o fechamento definitivo da janela inglesa - o ponteiro Alex Oxlade-Chamberlain, do Arsenal, foi o reforço final. 

E se Coutinho não for contratado?

Com as dificuldades envolvendo a chegada de Coutinho, o Barcelona tem outros alvos no mercado. Visto como um possível substituto de Neymar, Ángel Di María passou a ser alvo dos diretores do Barça. Outra razão que poderia ajudar numa ida do argentino ao time catalão é a chegada de Kylian Mbappé no Paris Saint-Germain, que poderá tomar a titularidade do argentino na equipe de Unai Emery. O jovem de 18 anos, inclusive, também esteve nos planos dos catalães. Segundo o Yahoo UK, o Barcelona tentou dar um "chapéu" no clube francês horas antes de o atacante ser anunciado como reforço do PSG.

O nome mais forte nos últimos dois dias foi o de Riyad Mahrez. Após notícias de que o meia do Leicester seria o "plano B" para o caso de Philippe Coutinho não ser contratado, a federação argelina liberou o jogador da concentração da seleção na última quarta-feira para que ele voltasse à Europa e fizesse exames médicos.

Por um valor ainda maior do que o oferecido em Coutinho, o Barcelona tentou contratar Paulo Dybala. O jornal Corriere Dello Sport, porém, informou que os 160 milhões de euros oferecidos não fizeram a Juventus sequer abrir negociação. Além dele, outro nome que surgiu nas últimas horas foi o de Mesut Özil. Segundo a rádio espanhola COPE, o clube poderia oferecer 60 milhões de euros até esta sexta-feira ao Arsenal pelo meia alemão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos