Após milagre no Horto, Victor elogia atuação do Atlético: "grande partida"

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

Uma defesa de Victor nos acréscimos do segundo tempo e o alívio. O cenário se repetiu no estádio Independência, mas em uma proporção bem menor.

Como aconteceu em 2013, quando rebateu um pênalti de Riascos e garantiu a classificação do Atlético-MG à semifinal da Copa Libertadores, o goleiro brilhou nos minutos finais de um confronto e foi ovacionado pelos 12 mil torcedores que foram ao Horto.

Aos 47 minutos do segundo tempo, o camisa 1 impediu que Vilela balançasse a rede e empatasse o jogo que terminou em vitória do Galo sobre o Paraná por 1 a 0. Com o resultado, o time de Belo Horizonte chega à final da Primeira Liga.

Perguntado sobre o lance ocorrido nos acréscimos do confronto, o goleiro preferiu valorizar o bom futebol da equipe:

"Mesmo tendo sofrido no final, o Atlético fez uma grande partida. A equipe teve volume, foi objetiva, pressionou o adversário. Sofremos certo risco, mas no conjunto da obra, o Atlético mereceu a classificação", afirmou.

"Chances claras nós perdemos e acabamos sofrendo um pouco no final. Às vezes, a gente participa pouco e tem que ser eficiente quando solicitado", acrescentou.

Conhecido como São Victor por conta das defesas feitas na Copa Libertadores 2013, o goleiro ainda garantiu que não tem preferência em relação ao rival da final. Cruzeiro e Londrina disputam a vaga na manhã deste domingo (3):

"Não tenho preferência. Quando se quer ser campeão, não pode escolher adversário não", disse.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos