Zidane diz que não se orgulha da cabeçada em Materazzi na Copa de 2006

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

Atualmente Zinedine Zidane é um dos técnicos mais respeitados do mundo. Mas quando era jogador, ele protagonizou uma cena lamentável, ao dar uma cabeça em Materazzi na final da Copa do Mundo de 2006. Ele voltou a falar sobre aquele momento recentemente.

"Não sinto orgulho por aquele gesto. Por todos jovens, por todos técnicos, por todos voluntários que fazem do futebol uma coisa diferente. Mas é parte da minha carreira, da minha vida. É um dessas coisas que não são agradáveis, mas temos que aceitar, temos que digerir", afirmou em entrevista à Telefoot.

Zidane foi expulso e viu a Itália ser campeã do mundo. Além disso, aquele foi o último jogo da carreira dele, pois já tinha anunciado que só ia disputar a Copa e se aposentar.

Além de comentar sobre aquela atitude, Zidane chorou enquanto participava do programa da emissora francesa. Foi exibido um vídeo em que o pai dele comenta a carreira do filho.

Depois o técnico do Real Madrid se declarou: "não tenho vergonha de dizer que amo ele. Quando ligo para ele, digo que amo. Disse isso antes, digo agora e direi novamente".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos