Lemar queria ter ido para Arsenal ou Liverpool, diz dirigente do Monaco

Do UOL, em São Paulo

  • REUTERS/Eric Gaillard

    Thomas Lemar comemora gol marcado pelo Monaco contra o Toulouse

    Thomas Lemar comemora gol marcado pelo Monaco contra o Toulouse

Vice-presidente do Monaco, Vadim Vasilyev afirmou que Thomas Lemar queria deixar o clube do principado rumo a Arsenal ou Liverpool. Com o fechamento da janela de transferências do futebol europeu, o ponta-esquerda francês segue na equipe ao menos até janeiro.

"Não é fácil. Thomas queria ter ido para o Arsenal e para o Liverpool, mas discutimos e tomamos uma decisão em comum acordo para que ele pudesse ficar aqui. Ele é um jogador muito importante para nós. Não poderíamos vendê-lo, teria afetado todo o time", declarou Vasilyev, em entrevista à agência de notícias russa "TASS".

Segundo a emissora britânica "Sky Sports", o Monaco chegou a aceitar uma oferta de 92 milhões de libras (cerca de R$ 373,8 milhões) por Lemar no dia de fechamento da janela, mas o jogador preferiu continuar no clube do principado. A compra seria a maior da história do clube inglês.

Nesta temporada, Lemar disputou cinco partidas pelo Monaco, ficando em campo pelos 450 minutos possíveis. Ele tem mais três anos de contrato com o clube. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos