Romário diz que venceria Messi e CR7 no prêmio de melhor do mundo

Do UOL, em São Paulo

  • ESPORTE(ponto final)

Nos últimos anos, a disputa do prêmio de melhor do mundo se concentrou em duas estrelas: Lionel Messi e Cristiano Ronaldo. Tetracampeão em 1994, o ex-atacante Romário declarou ao "El País" que venceria os dois concorrentes se disputasse a premiação.

"Com certeza [que venceria o prêmio Fifa]. Apesar de todo respeito que tenho por Messi e Cristiano Ronaldo, eu levaria vantagem em relação à finalização, posicionamento e colocação dentro da área. Nesses quesitos, estou bem à frente deles", disse Romário, sem modéstias.

Em mais de 20 anos de carreira, Romário afirma ter marcado mais de mil gols.

Estrela da campanha vitoriosa na Copa do Mundo de 1994, o Baixinho foi eleito o melhor do mundo da Fifa naquele ano.

Ex-atacante do Barça, Romário opinou sobre a transferência de Neymar para o PSG. O agora senador acredita que Neymar ficaria mais perto do prêmio de melhor do mundo atuando ao lado de Messi e Suárez. O coletivo do Barcelona aproximaria Neymar do posto de "Melhor do Mundo", crê Romário.

"Torço para que o Neymar seja ainda mais feliz. Mas tenho certeza que vai ser muito mais difícil para o Neymar ser o melhor do mundo jogando pelo PSG do que pelo Barcelona. Entendo que hoje ele já tem condição de ganhar, mas, após essa transferência, o Neymar ficou mais longe do prêmio".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos