Fernandinho lembra tragédia da Chape e exalta colombianos: "somos irmãos"

Do UOL, em São Paulo

As partidas recentes entre Brasil e Colômbia ficaram marcadas pela marcação dura e clima ríspido. O jogo desta terça-feira (5), no entanto, teve uma atmosfera diferente, em especial após o apito final. Para o volante Fernandinho, a tragédia da Chapecoense é o motivo pela mudança para melhor da relação entre as seleções e também a torcida colombiana.

"Decorrente do que aconteceu com o acidente da Chapecoense o povo colombiano mostrou ser muito parecido com o brasileiro, muito acolhedor. Isso é muito gostoso, podemos dizer que somos irmãos", afirmou o brasileiro ao SporTV.

A seleção brasileira foi bem recebida pelos torcedores locais e, depois do confronto das eliminatórias, interagiu com os jogadores colombianos. Neymar, em especial, conversou com diversos atletas adversários, com o técnico José Pékerman e parou para selfies com os gandulas presentes na partida em Barranquilla.

Titular da equipe, Fernandinho elogiou o trabalho de Tite na seleção e mostrou satisfação com a atuação contra a Colômbia. Reserva de Casemiro, o meio-campista valorizou ser uma figura recorrente nas convocações do treinador.

"Venho fazendo parte (do grupo da seleção) desde a chegada do Tite. Isso me deixa muito contente. Todas oportunidades que tive tentei fazer o meu melhor. Um grupo forte se faz dessa forma, com jogadores de alto nível que, quando têm oportunidade, dão conta do recado", declarou.

Fernandinho também aprovou os resultados contra Equador e Colômbia, mas destacou: "Hoje e contra o Equador não foram belas exibições, mas conseguimos resultados importantes. Vamos tentar buscar as vitórias que nos restam e manter o nível de atuação que a gente vem tendo desde a chegada do Tite."

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos