Seleção reclama de calor "desumano" em empate com a Colômbia

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, em Barranquilla (Colômbia)

  • Jaime Saldarriaga/Reuters

Além da Colômbia, o Brasil teve outro "adversário" nesta terça-feira (5) em Barranquilla. Após o empate por 1 a 1, Neymar, Thiago Silva e Marquinhos reclamaram da temperatura elevada no local, que passou de 30ºC. Desacostumados com o clima tropical, os "europeus" afirmaram que o ambiente dificultou o jogo.

"Foi difícil jogar, muito calor, muitas dificuldades. Mas superamos isso. Foram quatro pontos em seis, bem bom. Agora é outra dificuldade, temos a altitude. Mas o time está bem, vamos superar também", analisou Neymar, responsável pela assistência no gol de Willian.

Além do clima quente, o gramado foi alvo de críticas dos brasileiros. Thiago Silva valorizou o empate, porém destacou as situações adversas da partida, que excediam o esporte.

"Jogo bastante complicado em todos os sentidos. Horário do jogo, campo que não era tão bom para se jogar. Calor absurdo, fica um pouco desumano de jogar. Mas felizmente conseguimos manter a tranquilidade", opinou. Companheiro de Neymar e Thiago Silva no PSG, Marquinhos ainda falou do estádio lotado, fator favorável aos colombianos.

O primeiro a comentar sobre o calor, no entanto, foi justamente Willian. Na saída do gramado, o meia relatou as mesmas dificuldades dos companheiros e ainda citou as condições climáticas nas quais está acostumado a trabalhar em Londres.

"Muito calor, fazia tempo que eu não jogava nesse horário em lugares que fazem muito calor. Na Europa a gente joga nesse horário e é bem mais tranquilo", declarou ao "SporTV".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos