Artilheiro com 'perfume do gol' vira lateral e renasce na base do Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Divulgação SC Inter

    Yan Petter deixou de ser atacante com 'perfume do gol' para virar lateral esquerdo

    Yan Petter deixou de ser atacante com 'perfume do gol' para virar lateral esquerdo

"Ele tem o perfume do gol, sabe finalizar, tem faro, movimentação...". Foi assim que o técnico Argel Fucks se referiu ao jovem Yan Petter, que com 20 anos foi promovido ao time principal do Inter. Em menos de uma temporada, porém, o perfume passou e Petter voltou para o time inferior sem muitas oportunidades. O renascimento veio apenas com uma mudança drástica de posição. Hoje, ele é lateral esquerdo.

"Ele lembra o Vitinho. Um pouco menor. É sempre uma seta apontada para o gol", disse Argel ao avaliar o jogador, que tinha sido artilheiro do Inter na Copa São Paulo daquele ano. Atualmente, a seta aponta mais de longe.

Yan chegou a entrar em apenas dois jogos no principal. Perdeu espaço e voltou para a base no segundo semestre. Acabou emprestado ao Goiânia, regressando ao Colorado posteriormente.

E foi quando uma mudança drástica de posição aconteceu. Em vez de atacante pelo lado, função que exercia até então, ou até centralizado, como treinou algumas vezes com Argel em 2016, Petter virou lateral esquerdo sob comando do técnico Ricardo Colbachini, do time Sub-23 do Inter. E foi aprovado.

"Durante a formação dele na base, desde os 14 anos, já tinha jogado na lateral. Com 14, 15, 16, ele era lateral, e atacante de lado só quando precisava. Virou atacante mesmo na categoria júnior. Agora ele tem feito a lateral e tem ido muito bem na função", atestou o comandante ao UOL Esporte.

O Sub-23 do Inter tem se mostrado um 'produtor' de jogadores. Depois de entregar atletas como Juan, Mossoró (que volta eventualmente para jogos), Joanderson (que também volta às vezes), Claudio Winck e até Léo Ortiz ao principal, o time rompe marcas positivas pelo interior do Estado. Foi campeão da Terceirona invicto, com 93% de aproveitamento de pontos. Ganhou três dos quatro jogos na Copa Paulo Sant'Ana e agora saiu para excursão na Argentina.

Yan Petter vive processo de resgate. Na lateral, hoje é titular do time e tem arrancado elogios.

"Eu acho que ele se sai melhor na lateral (do que no ataque). Ele tem um bom potencial para evoluir. Tem de se readaptar, fazia tempo que não jogava ali, mas tem apresentado um bom rendimento. É um menino com uma cabeça muito boa. Sugerimos para ele a lateral porque esperávamos que ele pudesse render isso que está rendendo. E teve uma necessidade nossa também. Ele entendeu, abraçou a ideia, foi firme e está muito bem", explicou.

Um empecilho poderia ser a altura. Yan Petter mede apenas 1,72 m, pouco para um jogador de sistema defensivo. "Só que ele tem uma impulsão muito boa e compensa isso com posicionamento. Está se adaptando, cada vez melhor", finalizou Colbachini.

Atualmente, o elenco principal conta com Uendel como titular, Carlinhos de suplente e Iago é aposta para o futuro da posição. Como alternativa de grupo, no entanto, Yan, hoje com 21 anos, pode ser aproveitado em breve. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos