Botafogo precisa vender dois atletas em 2017, mas perdeu ativos de graça

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Vitor Silva/SSPress

    Emerson Santos não renovou com o Botafogo e saiu de graça para o Palmeiras

    Emerson Santos não renovou com o Botafogo e saiu de graça para o Palmeiras

De acordo com o orçamento do Botafogo divulgado no início do ano, o clube teria de vender dois jogadores para fechar as contas em 2017. O problema é que dois destaques do Botafogo na temporada passada saíram praticamente de graça do Alvinegro. Sassá e Emerson Santos poderiam ser jogadores vendidos para o exterior, mas não renovaram contrato e deixaram a diretoria de General Severiano em situação complicada.

O caso mais emblemático é o de Sassá. Artilheiro do Botafogo no Campeonato Brasileiro de 2016, o atacante tinha contrato terminando em dezembro e pediu luvas milionárias para renovar. O Alvinegro recusou e viu a situação se complicar a cada semana. Até que, para não perder de graça, o clube o envolveu em uma troca por Marcos Vinícius e ainda manteve 50% dos direitos econômicos do agora ex-atleta.

Emerson Santos foi ainda pior. O zagueiro foi titular absoluto do Botafogo em 2016 e, na virada do ano, acabou afastado por falta de acordo sobre renovação. Assim como Sassá, pediu luvas milionárias para assinar novo vínculo e entrou em conflito. Apesar do imbróglio, foi aproveitado em jogos pontuais pelo técnico Jair Ventura, mas acabou assinando pré-contrato com o Palmeiras após abrir negociação com o Corinthians.

As duas perdas poderiam facilmente resolver o problema do Botafogo caso virassem vendas para o exterior. Os dois estavam em alta e eram especulados em times da Europa – Rússia e Itália, por exemplo. Porém, a dupla não recebeu proposta oficial e decidiu seguir carreira em novos clubes no Brasil.

Agora, o Botafogo terá de pensar numa alternativa para ganhar dinheiro. Após o fim da atual temporada, alguns jogadores podem se transferir e ajudar nas finanças do clube. Os jogadores mais valorizados e com potencial de venda são Matheus Fernandes, Igor Rabello e Marcelo. Além do trio formado na base, João Paulo, contratado no início do ano, evoluiu bastante nesse aspecto.

Por mais que a situação financeira do cube tenha melhorado, a realidade é que o Botafogo ainda está apertado. Neste retrato, a venda de jogadores é um aspecto que o Alvinegro não pode ignorar. E nem continuar perdendo ativos de graça.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos