A filha do xeque que ganha cada vez mais poder no futebol espanhol

Do UOL, em São Paulo

  • Jorge Zapata/EFE

    Hamyan Al-Thani (dir.) tem 25 anos e é filha do xeque que é dono do Málaga

    Hamyan Al-Thani (dir.) tem 25 anos e é filha do xeque que é dono do Málaga

A presença de famílias ricas do Oriente Médio no comando de clubes europeus está cada vez mais comum, mas no Málaga esse fato tem uma peculiaridade: a filha de um xeque ocupa posição de destaque e, aos poucos, vai ganhando relevância no futebol espanhol. Trata-se de Hamyan Al-Thani, filha do bilionário Abdullah Al-Thani, proprietário do Málaga desde 2010.

Hamyan tem só 25 anos e está sem seu primeiro trabalho no futebol, mas ganha mais poder a cada mês no clube. No ano passado, ela assumiu oficialmente duas funções importantes: é a presidente da equipe feminina de futebol e CEO da Academia, como é chamada toda a categoria de base do Málaga.

Nessa última janela do mercado, no entanto, Hamyan já apareceu como a representante oficial do clube na apresentação de jogadores do time masculino profissional. Foi ela, por exemplo, quem apresentou o meia argentino Esteban Rolón e o atacante uruguaio Diego Rolan.

No Málaga, segundo os jornais locais, já há conselheiros e figuras mais antigas do clube que a olhem com desconfiança, mas quem trabalha com Hamyan diz que o empenho dela por melhores condições para as categorias de base e para o time feminino é notável.

"Ela tem um grau de comprometimento com o clube muito maior do que muitas pessoas no Málaga ou na cidade podem imaginar", destacou Antonio Contreras, técnico do time feminino. Ele tem motivos de sobra para os elogios, afinal, foi Hamyan quem disponibilizou para as jogadoras a mesma estrutura médica e de academia usada pelo time profissional.

A filha do xeque também se esforça para ganhar a confiança dos atletas em geral. Ela até já participou de treinos do time feminino, sempre vestida com véu e calça. Também faz questão de acompanhar os jogos da equipe feminina e das categorias de base.

Recentemente, na final de um time de juniores contra o Real Madrid, Hamyan esteve no vestiário para incentivar a equipe antes do jogo e para parabenizá-los mesmo depois da derrota, reconhecendo a boa campanha. Hamyan levou até um bolo para os jogadores.

"Ela presta muita atenção aos detalhes e fala com todo mundo para saber onde dá para melhorar. Quer saber de tudo. Sempre vê os jogos em casa e conhece todos os jogadores", contou Miguel Calzado, coordenador da base.

Hamyan também participa de reuniões de negócios do Málaga e é vista com frequência cada vez maior em encontros políticos relacionados ao futebol. Ela está começando na área e tem o pai como chefe, mas parece que seus primeiros passos estão agradando.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos