Técnico do Benfica evita apelido de Gabigol: "coisa de artista"

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação/Benfica

Gabigol ficou no banco de reservas na vitória do Benfica contra o Portimonense, na última sexta-feira, pelo Campeonato Português. Após o jogo, o técnico Rui Vitória interrompeu um repórter quando estava sendo questionado sobre o jogador brasileiro para deixar claro que não gosta do apelido do atacante.

"A primeira coisa que eu gostaria de dizer é que não é Gabigol, é Gabriel. Esse Gabigol é coisa de artista, e não gosto de chamar meus jogadores assim. É Gabriel", disse o treinador, antes de falar sobre a situação do atleta.

"O Gabriel está trabalhando bem, é evidente que ainda está em uma fase de adaptação e, quando estiver bem, espero que esteja em condições de corresponder. É um jogador de qualidade, como todos os outros que estão no Benfica, está em um período de adaptação, hoje não jogou e vamos ver nos próximos jogos", afirmou.

O ex-atacante da Inter de Milão foi contratado por empréstimo de um ano pelo time português na última janela de transferência.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos